Destaque

Mais um ano “quente” de São Gonçalinho

As festas de São Gonçalinho ocorreram de 10 a 15 de janeiro no bairro da Beira Mar, em Aveiro. Uma das particularidades destas festividades consiste em atirar as famosas “cavacas”, a partir da cúpula da Capela e a pretexto de promessa, como pela simples tradição “obrigatória”. Todas as noites encerraram com um espetáculo de fogo de artifício.
No primeiro dia de festa, dia 10, houve uma celebração da palavra.

Da tradição de atirar cavacas do cimo da capela diretamente para o palco das festas de São Gonçalinho, no segundo dia de festa, marcou presença o grupo Cénico Cantares da Ria e a Tuna feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro.
Sexta-Feira, dia 12, o público pôde assistir a uma atuação da Tuna Universitária de Aveiro e dos Moonshiners.

No quarto dia festivo, houvera várias atividades alusivas durante o dia e, durante a noite, foi a vez de João Pedro Pais e do R Sound pisarem o palco destas festas.
Na segunda-feira, dia 15, foi a vez da atuação da banda The Millions e do cantor, compositor e pianista David Antunes acompanhado pela sua banda “The Midnight Band”. A convite do cantor, passaram os artistas Berg, FF, Cláudia Martins dos Minhotos Marotos e Vanessa Dias que juntamente com o músico David Antunes fizeram esquecer mais uma noite fria ao muito público presente. No último dia em honra ao padroeiro, a atuação do cantor Vitor Rodrigues foi o culminar de mais um São Gonçalinho, como o habitual espetáculo piromusical.

O juíz da Mordomia de São Gonçalinho, César Carvalho, considerou que “houve mais gente a visitar as festas este ano“ e acrescentou que a cidade de Aveiro tem vindo a ganhar mais dinamismo.

Texto:
Ana Silva I CAPhoto Formação
Fotos – Albino Leite e Ana Silva / CAPhoto Formação

Tags
Show More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close