Espetáculos Nacionais

Nik Kershaw cantou pela primeira vez no Porto

O público do norte reviveu na passada sexta feira, dia 9, muitos dos sucessos de Nik Kershaw, que se apresentou com a sua banda, no Coliseu do Porto, depois de se ter apresentado, no dia anterior, pela primeira vez em palco nacionais, no Coliseu de Lisboa. “I won”t let the sun go down on me”, “Wouldn´’t it be good” e “The riddle”, foram alguns dos sucessos que marcaram a carreira do artista, que ocupou o top de vendas discográficas britânicas durante mais de 62 semanas, entre 1984 e 198585

Há quem diga que é a voz eternamente adolescente que garante o sucesso de Nik Kershaw até aos dias de hoje. É verdade, mas a voz apenas não poderia garantir a contínua procura pelos seus concertos que ainda hoje surpreende todos, a começar por ele próprio.

Beneficiando da abertura da recém-chegada MTV, Nik Kershaw tornar-se-ia um dos nomes mais representativos da “pop” inglesa saída da “new wave”. E foi com uma estrondosa atuação no Live Aid de 1985 que se transformou numa estrela à escala global.

Em 1985 Nik era um dos compositores e músicos mais requisitados do universo “pop” anglo-americano, sendo convidado por Elton John, por exemplo, para tomar conta das guitarras no single “Nikita”. Na Banda Sonora do filme “Pretty In Pink”, de 1986, a sua canção “Wouldn’t It Be Good” seria interpretada pelos Danny Hutton Hitters, uma banda em que o realizador do filme tinha interesse.

Fotos: Hugo Viegas

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close