GaleriaNotícias

Viagem Medieval até 11 de Agosto

A Viagem Medieval em Terra de Santa Maria, que acaba de ser distinguida com mais dois prémios – “Melhor Evento Cultural de 2012” e “Melhor Animação/Performance Artística”, atribuídos no âmbito do concurso nacional Gala dos Eventos, – apresenta-se como uma excelente alternativa para as férias, ou momentos de lazer, pois conjuga história, animação, gastronomia, produções de grande formato e áreas temáticas/actividades para todas as idades. O evento conta com um orçamento de 900 mil euros.

A 17ª edição do evento ocupa o centro histórico de Santa Maria da Feira entre hoje, dia 1, e 11 de Agosto, recriando episódios do reinado de D. Afonso II, terceiro rei de Portugal. A pensar no público familiar, a edição deste ano apresenta, pela primeira vez, um espectáculo diário de grande formato ao fim da tarde, onde será recriado o cerco a Alcácer do Sal e a conquista da praça aos mouros.
A pulseira de acesso ao recinto, válida para todo o evento, já se encontra à venda em vários locais do concelho de Santa Maria da Feira (piscinas municipais, Zoo de Lourosa, Feira Viva, Federação das Colectividades e associações locais) e nas lojas FNAC do Porto. A compra antecipada permitirá poupar um euro – até 1 de Agosto, a pulseira custa 3 euros e, durante o evento, terá o valor de 4 euros. Em alternativa, os visitantes poderão optar pelo bilhete diário de 2 euros.
A empresa de transportes Transdev volta a reforçar oferta de autocarros que fazem a ligação entre o Porto e a Feira durante os onze dias da Viagem Medieval. Também os municípios de S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra beneficiarão de horários e preços especiais durante o evento, permitindo ao público desfrutar de toda a programação.
A pensar nos visitantes com necessidades especiais, a organização do evento disponibiliza ainda serviços de interpretação em língua gestual portuguesa, em áreas temáticas e espectáculos pré-definidos, bem como uma visita acessível ao recinto do evento com guia e intérprete em língua gestual e roteiro para pessoas com mobilidade condicionada.
Numa primeira fase, estas acções privilegiam o público infantil e jovem, como forma de chegar mais facilmente às famílias, permitindo dar continuidade a este trabalho em edições futuras.

Evento auto-sustentável.

A 17ª edição da Viagem Medieval de Santa Maria da Feira conta com um orçamento de 900 mil euros, metade desse valor foi angariado com a venda de bilhetes da edição anterior (2012), o que contribui para que a o evento seja auto-sustentável.
O recinto da Viagem Medieval terá um ligeiro alargamento em relação às edições anteriores, mas deverá manter a generalidade das áreas temáticas, com destaque para a Aldeia, instalada nas margens do rio Cáster, que será uma das apostas deste ano. Para além dos espectáculos diários de recriação histórica e das justas (combate entre cavaleiros), serão realizados quatro cortejos, dois diurnos e dois nocturnos, dois espectáculos diários de grande formato – um ao fim da tarde e outro à noite. Como sempre, haverá animação permanente em todo o recinto durante os 11 dias e muito para ver e experimentar nas cerca de 25 áreas temáticas. Tornar o evento mais acessível aos visitantes com necessidades especiais é outro desafio desta edição.
O rigor histórico e a contextualização de todos os espectáculos de recriação continuam a ser marcas diferenciadoras da Viagem Medieval, tal como o envolvimento da comunidade. “D. Afonso II, um rei sem tempo” é o tema escolhido para esta edição. Sem tempo, porque morreu cedo, governou apenas 12 anos – um tempo muito curto para pôr em prática todas as reformas que promoveu, pois era um homem de grande visão política estratégica. O seu reinado ficou marcado por conflitos com três irmãs: Teresa Sanches, Sancha Sanches e Mafalda Sanches, representadas no cartaz promocional do evento.

Tags
Show More

Related Articles

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close