GaleriaMúsicaVideos

Dina despediu-se dos palcos no Rivoli, no Porto (Com Vídeo)

Foi um espectáculo e uma despedida dos palcos com emoção. Dina subiu, ontem quinta-feira, dia 24, pela última vez ao palco acompanhada de Ana Bacalhau, Samuel Úria B Fachada, Mitó, Best Youth, Da Chick, D’Alva, Márcia, e Tochapestana para revisitar “Dinamite” nome do seu primeiro álbum, editado em 1982, e 12 outros temas da autoria da compositora e intérprete portuguesa.

No ano em que celebra 40 anos de carreira e 60 de vida Dina, nome artístico Ondina Veloso, despediu-se definitivamente dos palcos uma vez que sofre de fibrose pulmonar há nove anos, doença que a impede de continuar a cantar.

O concerto de ontem no Teatro Municipal Rivoli realizou-se dois dias depois da despedida da cantora, no Teatro Municipal de S. Luiz, em Lisboa, que mobilizou os mesmos músicos e programa como ponto de partida. Em palco estiveram Manuel Dordio (guitarra), João Pinheiro (bateria), David Santos (baixo) e João Gil (teclados), com direcção musical de Gonçalo Tocha. Pelo meio muitas memórias visuais do muito que diga deu e fez na música portuguesa.

Foram aproximadamente 15 artistas em palco da nova geração da música portuguesa, que entre cantores e músicos, celebram a obra da cantora, compositora e interprete que marcou a canção portuguesa e se destacou em vários estilos musicais. Dina juntou-se aos restantes artistas a meio do espectáculo, interpretando alguns dos êxitos que marcaram a sua carreira.

“Amor de Água Fresca”, “Guardado em Mim”, “Pássaro Doido”, “Há Sempre Música Entre Nós”, “Em segredo”, “Gosto do teu gosto”, “Pérola, rosa, verde, limão, marfim”, e “Aguarela de Junho” são alguns dos êxitos da cantora. Apesar de deixar os palcos tornou publico esta semana que “vai estar atenta” a outros projectos uma vez que é compositora pois “ainda me falta fazer muita coisa”, assegura.

Tags
Show More

Related Articles

5 Comments

  1. Também lá estive e rapidamente me deparei com uma coisa. Falta de apoio dos artistas do norte na plateia. Mundo cão este…força Dina…a viola será sempre a sua melhor canção…um Bj

  2. Não me foi possível estar presente. As suas musicas acompanharam-me sempre e ao talento também acho que lhe faltou o fator sorte. Obrigado pelo vídeo. Vou guardar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close