Entrevistas

Simone e Ivan Lins, uma cumplicidade com mais de 40 anos

Os artistas brasileiros Simone e Ivan Lins juntaram-se para celebrar mais de 40 anos de canções. Tanto a cantora Simone, de 69 anos, como o músico e cantor Ivan Lins, de 73, têm atuado regularmente em Portugal. Ontem passaram pelo Coliseu Ageas Porto e falaram com a Agência de Informação Norte pouco antes de subirem ao palco.

 

Agência de Informação Norte – Estão a poucas horas de subirem ao grande palco deste Coliseu. Qual será a melhor forma de definirmos esta digressão, que termina esta noite, aqui, no Porto?
Simone – Estamos todos muito felizes e como vocês dizem aqui, em Portugal, com pele levantada ou de galinha com tamanha emoção.
Ivan – O Porto é a cidade dos músicos. Cantar aqui novamente é uma coisa muito emocionante. Tem um público muito especial, talvez único em Portugal e cantar aqui no Coliseu nesta casa maravilhosa, onde eu já cantei uma vez, é maravilhoso. Terminar hoje aqui no Porto para nós é uma honra, um presente.

Qual é a melhor forma que encontram para definirem esta tourné?
Simone – Recomeçamos aqui em Portugal e queremos voltar a outros lugares, aqui, neste país maravilhoso. É um show muito novo, temos tido muita sorte a esta altura da nossa vida, onde parecemos duas crianças em cena, muito felizes, é um presente dos deuses, é muito bom.

A cumplicidade entre os dois é visível nos discos mas também nos palcos. Um casamento perfeito com mais de 40 anos…
Ivan – É verdade. Acho que o grande segredo é o respeito, a admiração, a sensibilidade. Nós somos muito amigos e esta cumplicidade entre os dois ajuda muito. A amizade é costurada por essa cumplicidade.
Simone – Nós fazemos uma coisa que acreditamos. Existe a vontade, existe o ‘tesão’ de fazer, pois, sem isso, não existe solução.

Do alinhamento apresentaram canções como “Começar de Novo” e “Desesperar”. Como é que se seleciona as canções para este espetáculo de 40 anos num universo de centenas de canções?
Simone – Pergunta difícil (risos). Não foi nada fácil. Ele tem cerca de 700 canções e para você eleger 20 é difícil e deixar o coração de lado, o coração e a razão, pois existe sempre estas duas para querer cantar esta música e eram mesmo muitas.
Chegámos a um senso comum de fazer canções que marcaram a vida dele, canções que marcaram a minha vida, que eu queria muito cantar e queria tê-lo sempre a meu lado e que nenhum saísse do palco durante o show e essa foi uma das condições de nós darmos força um para o outro e cantando um para o outro. O repertório do Ivan é lindo, atual.

Fecharam os olhos e deixaram o coração escolher, foi isso?
Ivan – Exatamente.

O espetáculo desta noite revela, no fundo, aquilo que tem sido a vossa carreira?
Ivan – Ela fica bastante forte e registrada através dos textos que estão nas cançoes e que de uma certa maneira com a escolha do repertório também passou muito por isso.
Eu só opinei 10 por cento, porque eu já tinha feito todas (risos), mas elas foram muito sábias, a Simone e a diretora a Zelia Ducan, e foram elas que escolheram todo o repertório. E essa escolha passou muito pelos texto, pois estão muito atuais. Canções que você canta hoje e que foram feitas há 30 anos com outra realidade, no Brasil e no mundo, e hoje estão atualíssimas.
Simone – São também canções de amor. O Ivan é uma pessoa muito romântica, eu também, graças a Deus, gostamos de cantar o amor e ele é eterno, pois uma canção de amor dura parta o resto da vida.

A primeira vez que atuaram juntos foi no Brasil, em 1972, quando, no seu álbum de estreia, Simone gravou “Começar de Novo”, de Ivan Lins. Falem-me desses tempos…
Ivan – Eu não conhecia a Simone pessoalmente. Os anos foram passando e em 1978 ela recebeu uma outra canção minha e foi nessa altura que nos conhecemos pessoalmente e nunca mais nos separámos. A nossa amizade é muito grande.
Simone – Eu recebi essa canção numa fita cassete e quando ouvi no carro só dizia que queria muito gravar essa música. Me apaixonei tanto por ela e ainda hoje é um sucesso.

Chegaram segunda-feira ao Porto. O que é que já visitaram e do que mais gostam
Ivan – Não tivemos muito tempo para visitar a cidade, mas bebemos vinho do Porto (risos). Eu sou apaixonado por esta cidade. As pontes são lindas, a ribeira, as pessoas e o rio Douro é inspirador.
Simone – Esta cidade é maravilhosa.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close