Notícias

Secretário de Estado da Defesa do Consumidor visitou “uma das joias da coroa” do empreendedorismo de Viana do Castelo

O Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, João Torres, visitou hoje “uma das joias da coroa” do empreendedorismo de Viana do Castelo, elogiando o dinamismo demonstrado pelos empresários vianenses. O governante, acompanhado pelo Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, visitou a Lethes Home, espaço comercial situado na Praça da República, que comercializa têxteis inteiramente produzidos na fábrica do grupo, situada na Zona Industrial do Neiva.
João Torres elogiou o perfil exportador das empresas de Viana do Castelo, incentivando a internacionalização das empresas locais. Já o edil, José Maria Costa, indicou que a Lethes Home é uma marca “que se apresenta no mundo inteiro há já vários anos”, assegurando que esta é uma das empresas que contribui para que o perfil exportador do concelho esteja cada vez mais vincado.
Eduardo Carvalho, responsável pela empresa, assegurou que a presença em feiras internacionais é uma das apostas da Lethes Home, que conta também com uma loja no Porto.
Numa altura em que se procura sensibilizar para a reciclagem e reutilização de materiais, a empresa vianense destaca-se pelo aproveitamento que faz dos materiais, tendo como grande desafio a aposta contínua numa produção artesanal e ecológica, confecionando tapetes em teares tradicionais. O responsável indicou mesmo que a Lethes Home adquire têxteis que outras empresas consideram resíduos/desperdícios, utilizando-os como matéria prima.

Tags
Show More

Related Articles

One Comment

  1. Almejo, que o Senhor, O Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, Exmo. Sr. João Torres, não seja apenas uma “miragem”, e, que defenda efectivamente o consumidor. Pois o mesmo, está completamente desprotegido, e, entregue à sua sorte! Desejo muito Sucesso, e, espero que tenha sido eleito, com o propósito, aquilo que se propõe. DEFENDER O CONSUMIDOR, das GARRAS, de quem a todo o momento, lhe retira DIREITOS consagrados, não só na CRP, assim como, o desrespeito, em cumprir a/s Leis que defendem o mesmo. Em Portugal é uma prática comum, desrespeitarem a LEI, da defesa do mesmo, criando para isso, normas “INTERNAS”, que se sobrepõe à mesma!

    Esperemos que isso mude!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close