Música

Samuel Úria recebe “Prémio José da Ponte” atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores

Foi esta semana  divulgada pela Sociedade Portuguesa de Autores a atribuição do “Prémio José da Ponte” a Samuel Úria. A distinção, destinada a destacar jovens criadores, foi justificada pela «criação de uma obra que seja já hoje reconhecida pelo público e pela crítica».
A atribuição do galardão apanhou Samuel Úria de surpresa,  para mais em dia de aniversário: «O anúncio do Prémio José da Ponte – galardão destinado a jovens – apanhou-me no dia certeiro em que a cronologia poderia contestar essa juventude. Mas, enquanto vou amontoando rugas de expressão, percebo que muitas são destes sorrisos de gratidão. Tal sensação rejuvenesce-me. A vénia com que escrevo é flexível, sem queixas da coluna: a de um jovem». E prossegue: «Sou grato à Sociedade Portuguesa de Autores pelo apoio constante. A maior honra hoje, contudo, é a forma como a SPA enaltece o meu público – todos esses ouvidos generosos que me concedem atenção. Nem sempre vos facilito a vida, mas persistem em antecipar fogo no carvão que vou mostrando. Um profundo, e rejuvenescido, obrigado.»
Esta é a segunda vez que a Sociedade Portuguesa de Autores distingue o “trovador das patilhas”. Já em 2014 recebeu o prémio “Melhor Canção” para “Lenço Enxuto”, tema incluído no seu álbum “O Grande Medo do Pequeno Mundo”.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close