País

DGS cancela contrato de 20 milhões de euros para comprar máscaras

A Direção-Geral da Saúde (DGS) teve de cancelar aquele que era, de longe, o seu maior contrato para comprar material de proteção individual. Em causa uma compra de milhões de máscaras e respiradores por 19,7 milhões de euros. A noticia está a ser avançada pela TSF que refere que o contrato, por ajuste direto (ou seja, sem concurso público), foi assinado no fim de março e previa a compra de 15 milhões de máscaras cirúrgicas e 2 milhões de respiradores contra agentes biológicos. O prazo de execução era de 288 dias.
A DGS faz saber, por escrito, que “o contrato foi revogado uma vez que existe a incerteza no fornecimento e nas condições de realização da transação dos bens em causa (Equipamentos de Proteção Individual) no âmbito do COVID-19, comprometendo a sua boa execução”, refere ainda a TSF.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close