Sociedade

Porto vai comparticipar toma da vacina da gripe nas farmácias para maiores de 65 anos

A Câmara do Porto vai comparticipar a toma da vacina da gripe, nas farmácias, para os munícipes a partir dos 65 anos, com o intuito de “descongestionar os centros de saúde e incentivar a vacinação”, foi hoje anunciado.

O anúncio foi feito esta tarde pelo presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira, que adiantou que o município se prepara para estabelecer um protocolo com a Associação Nacional de Farmácias (ANF) e os ACES (Agrupamento de Centros de Saúde) da cidade, que visa incentivar a toma da vacina da gripe sazonal nas farmácias comunitárias do Porto.

Numa nota publicada na sua página oficial, a autarquia explica que para os cidadãos com 65 ou mais anos de idade a vacina é já gratuita, contudo, o custo de ministrá-la numa farmácia é neste momento de 2,5 euros, montante esse que a câmara se dispõe a cobrir.

“Estamos a aliviar a pressão dos centros de saúde para as farmácias, que neste momento já é elevada, e simultaneamente criamos as condições para que mais pessoas se sintam confortáveis e seguras para que, num ambiente que até será de maior proximidade, lhes seja ministrada a vacina da gripe”, assinalou Moreira, durante uma visita a uma farmácia da cidade.

O município salienta, no entanto, que para firmar o protocolo, que envolverá a Associação Nacional de Farmácias e os dois agrupamentos de centros de saúde da cidade (ACeS Porto Oriental e ACeS Porto Ocidental) será ainda necessário obter o parecer do Ministério da Saúde e da Direção-Geral da Saúde, “que não deverá tardar”.

“Vejo todos os benefícios e mais alguns em que tal venha a acontecer e que seja prontamente aceite a nossa proposta. O Município do Porto está a disponibilizar recursos para contribuir, numa altura que é ainda mais crítica, com o descongestionamento dos serviços de cuidados médicos primários”, assinalou o autarca, citado na nota hoje publicada.

Nesta visita, em que também participou o presidente da Delegação do Norte da Associação Nacional das Farmácias, Francisco Faria, e o vereador da Habitação e Coesão Social, Fernando Paulo, Rui Moreira revelou ainda que será realizado um segundo protocolo, em moldes semelhantes, para todos os funcionários do município, que poderão tomar gratuitamente a vacina da gripe numa farmácia comunitária da cidade.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 984.068 mortos e cerca de 32,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.936 pessoas dos 72.055 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

VSYM // MSP

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close