Gastronomia

Ílhavo: Bacalhau ao Cais com nove ementas diferentes

Para desgostar entre 5 e 14 de agosto

Bacalhau ao Cais tem início já esta quinta-feira e animará os serões da Costa Nova, Município de Ílhavo, com iguarias tradicionais e momentos culturais assinados por associações locais. O evento, promovido pela Câmara Municipal de Ílhavo em parceria com a Confraria Gastronómica do Bacalhau, decorre até ao dia 14 de agosto, e envolverá nove associações, a quem caberá a preparação das ementas disponíveis em dias únicos.
A iniciativa, que pretende valorizar o Bacalhau como uma referência patrimonial da gastronomia ilhavense, inclui ainda a apresentação o segundo volume da coleção “A nossa mesa”: “Samos, caras e línguas: A Gastronomia do Festival do Bacalhau”, que será apresentado e estará disponível para venda em cada jantar. Tem a chancela “ecoevento”, classificação atribuída pela ERSUC a certames que se destaquem pelo compromisso de redução do impacte ambiental, promovendo a gestão adequada de resíduos.
Assim, entre os dias 5 e 14 de agosto, a partir das 19h30, Ílhavo Gastronómico apresenta nove jantares diferentes, com o ‘Rei Bacalhau’ sobre a mesa e o pôr-do-sol da Costa Nova como anfitrião, antecedidos por um “welcome drink” ao pôr-do-sol, acompanhados por um momento cultural.

 Nove jantares, ementas únicas e acompanhamentos culturais diversificados

Nos primeiros três dias do evento, a chegada ao Cais é servida pela Banda dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo – Música Nova, que despertam o apetite com trouxinhas de bacalhau, acompanhadas por espumante da Bairrada. No dia inaugural, o Grupo de Jovens “A Tulha”, desfila um menu clássico, com “Chora”, espetadas de bacalhau com camarão e Arroz-doce, ao som do projeto  “Freddy Strings”, que preparou um repertório rico em diferentes géneros musicais, que promete marca os ritmos dessa noite.
Na sexta-feira, dia 6, o Grupo Etnográfico da Gafanha da Nazaré desafia os paladares dos comensais, apresentando a sua proposta de “Chora”, Bacalhau à Etnográfico e Leite-creme, num jantar que conta com acompanhamento musical do acordeão do Grupo Etnográfico. Na noite de sábado, o Grupo Desportivo da Gafanha (GDG) convida a apreciar salada de ovas com vinagreta de pimentos, seguindo-se Bacalhau à GDG e pudim de ovos. A animação tem a batuta de Simpli Jetzt, um duo de voz e guitarra, cuja proposta musical  viaja desde o pop ao soul, passando pelo funk com uns floreados de worldmusic e jazz.
O Bacalhau ao Cais regressa na segunda-feira, com a Filarmónica Gafanhense a assumir o welcome drink do dia e dos seguintes, com iguarias deliciosas e típicas tais como pataniscas, quiche e bolinhos de Bacalhau, acompanhadas por espumante da Bairrada. A ementa desse dia é da responsabilidade da Confraria Camoniana de Ílhavo que eleva os paladares para uma experiência única, com  surpresa de samos, bacalhau da amizade e aletria. Durante o jantar, Rita Capucho, do Grupo Poético de Aveiro, assume a animação da noite.
Na terça-feira, o jantar do Grupo Folclórico “O Arrais” propõe um menu clássico, com entrada de Feijoada de Samos, ovas e torresmos de bacalhau, seguindo-se  Bacalhau à “Arrais” e, nas sobremesas, aletria e arroz doce. O momento cultural é assinado pela Tocata do Grupo Arrais. No dia 11, cabe à Associação Solidariedade Social da Gafanha do Carmo surpreender os convidados com uma tríade irresistível – pizza de bacalhau, bacalhau à chefe e leite-creme -, enquanto o grupo Carmo da Filarmónica Gafanhense desperta os ritmos musicais deste serão na Costa Nova.
De 12 a 14 de agosto, a chegada ao Cais é celebrada pelo Centro Cultural e Desportivo dos Trabalhadores do Município de Ílhavo, com Bruschetta de Bacalhau em Pão de Vale de Ílhavo, acompanhado por espumante da Bairrada e propõe música ambiente, protagonizada por “Vitória Wilkens”, “Nisa, João Mário & Labrinche” e “Moses christopher”, respetivamente.
A 12, a homenagem ao Bacalhau é prestada pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo, que sugere chora, Bacalhau à Bombeiro e cheesecake à Bombeiro, seguindo-se no dia 13  a Associação Cultural e Recreativa “Chio Pó-Pó”, com uma ementa tradicional composta por punheta de bacalhau,  Bacalhau à Chio-Pó-Pó, arroz-doce e aletria.
As incursões pelo Bacalhau ao Cais de Ílhavo Gastronómico encerram no dia 14, com o  Rancho Regional da Casa do Povo de Ílhavo a fazer as honras da casa.  Ovas de bacalhau e Carinhas fritas, Bacalhau com broa e arroz-doce é o menu que encerra com chave de ouro este evento que pretende preservar e potenciar o valor gastronómico do bacalhau, a sua importância histórica, cultural e social, bem como o inegável valor económico que representa para a comunidade e a Região.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close