Economia

Grupo Fischer Connectors marca Global

O Grupo Fischer Connectors e o dstgroup realizam na próxima segunda-feira, dia 6, às 16 horas, em Amarante, a cerimónia de lançamento da primeira pedra da nova unidade de produção e filial do grupo suíço, em Portugal.

No evento estarão presentes o Presidente Executivo do Grupo Fischer Connectors, Jonathan Brossard, do diretor financeiro, Cyrill Schuler, e do Diretor de Operações, Emmanuel Rapin, que assinalam este importante marco para a economia local e nacional, numa sessão que conta ainda com representantes da construtora dst,s.a, empresa do dstgroup responsável pela execução do projeto, do Município de Amarante, do AICEP e de cerca de 40 convidados.

O Grupo Fischer Connectors inicia a construção de uma nova unidade de produção em Paúl de Cima, na freguesia de Aboadela, Sanche e Várzea. A escolha da localização do projeto  baseou-se num quadro de avaliação abrangente, através do apoio da AICEP, tendo em conta parâmetros como historial industrial, base de custos, ambiente de trabalho, fatores culturais e disponibilidade de talentos. A nova estrutura deverá empregar cerca de 100 profissionais numa primeira fase, entre os quais 40 a 50 no período de arranque, o que permitirá criar novas capacidades de montagem de conectores e soluções de cabos, produzidos na fábrica central do Grupo e sede mundial em Saint-Prex (Cantão de Vaud), na Suíça.

Desde a fundação da empresa em 1954, a produção de montagem de conectores tem sido historicamente centralizada nas suas instalações de fabrico, onde também se encontra o centro de I&D.  O novo local de montagem de conectores português é o primeiro do género fora da Suíça, marcando assim uma nova era de expansão global para as operações do Grupo Fischer Connectors.

“Para sustentar o crescimento do nosso grupo que tem sido sólido e contínuo nos últimos anos, precisamos de aumentar a nossa competitividade, reatividade e capacidade à escala global”, diz Jonathan Brossard, presidente do grupo e membro da terceira geração da família Fischer.  “Temos uma visão ambiciosa para o desenvolvimento da nossa empresa a longo prazo. O novo local em Portugal é um dos pilares da nossa estratégia de crescimento operacional como parceiro de conectividade global dos principais OEMs mundiais”.

A expansão internacional das atividades de produção do grupo suíço apoia logicamente a dinâmica de crescimento e evolução das suas atividades comerciais, que iniciaram o seu desenvolvimento internacional com a criação da primeira filial da Fischer Connectors em 1988. Com a construção da filial em Portugal, que estará operacional no final de 2022, o Grupo Fischer Connectors terá 10 filiais na EMEA,  Américas e Ásia-Pacífico.

 

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close