Gastronomia

Ílhavo: Festival do Bacalhau espera cerca de 180 mil pessoas

O Festival do Bacalhau em Ílhavo, que decorre de 10 a 14 de agosto, espera cerca de 180 mil pessoas

A poucos dias do arranque do Festival do Bacalhau (10 a 14 de agosto), a Câmara Municipal de Ílhavo estima que o certame, com entrada gratuita, receba a visita de 180 mil pessoas, sirva 22 mil refeições e registe um consumo total de 10 toneladas de bacalhau e derivados.
Aquela autarquia do distrito de Aveiro refere que durante cinco dias, o Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré, será o palco da “melhor gastronomia”, onde o bacalhau é preparado, “de mil e uma maneiras”, por 14 associações locais, herdeiros do conhecimento de uma longa história associada à pesca do bacalhau. O “fiel amigo” é “rei e senhor” de degustações, provas, concursos e showcookings.
A par da gastronomia, onde o afamado pão de Vale de Ílhavo também marca presença, há artesanato, animação, de manhã à noite, com oficinas e atividades para as famílias e as tradicionais “Corrida Mais Louca da Ria” (13 de agosto) e a “Volta ao Cais em Pasteleira” (14 de agosto).
As noites serão vividas, de forma especial, com concertos no palco principal: Sons do Minho (10 de agosto), Bárbara Bandeira (11 de agosto), UHF (12 de agosto),
Os Quatro e Meia (13 de agosto) e Dulce Pontes (14 de agosto).
O Festival do Bacalhau convida também a visitar o Navio-Museu Santo André, atracado no Jardim Oudinot, que recentemente reabriu ao público com um novo projeto museográfico que transporta o visitante para uma viagem a bordo nos mares do Atlântico Norte e pela memória da pesca do bacalhau, com destaque para as visitas especiais e a apresentação da peça de teatro “Além dos Mares de Fim do Mundo”, nas noites de 11, 12 e 13 de agosto.
O compromisso com a sustentabilidade ambiental marca também a organização do evento que apresenta copos e toalhetes reutilizáveis, contentores específicos para os biorresíduos e a utilização de detergentes ecológicos, obtidos através do óleo alimentar.
Nesta edição do Festival do Bacalhau, a Noruega é o país convidado e será representado pela Noorwegian Seafood Council, empresa pública responsável pela divulgação dos produtos noruegueses em todo o mundo.
O Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, João Campolargo, afirma que “o Festival do Bacalhau é um forte investimento na promoção da gastronomia, enquanto marca muito forte do território e da região, da economia local e da dinamização do tecido associativo”.
O autarca destaca “as preocupações ambientais do evento e a possibilidade de visitação do Navio-Museu Santo André, um património museológico de pesca longínqua único, a nível nacional”.
O Festival do Bacalhau de 2022 representa um investimento de cerca de 400 mil euros da Câmara Municipal de Ílhavo e é organizado em conjunto com a Confraria Gastronómica do Bacalhau.
O evento conta com um parque de estacionamento gratuito com 600 lugares, localizado entre o Ecomare e o Jardim Oudinot.

 

 

 

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close