Notícias

Jovens partilham como superaram doença mental

Dando continuidade à campanha de Natal, a Vodafone lançou esta segunda-feira, nas redes sociais, um vídeo onde quatro jovens contam na primeira pessoa o processo de superação da doença mental. “Partilha o que estás a sentir” é o mote da campanha e é também o mote desta conversa.
João, Sofia, Simão e Mourana fazem uma verdadeira partilha de grupo, onde relatam abertamente as suas experiências e apontam caminho para quem se debate com problemas semelhantes. Ao longo de 18 minutos, e falando na primeira pessoa, os quatro jovens sensibilizam as pessoas – sobretudo as camadas mais novas – para estarem atentas aos sinais e sintomas e darem o primeiro passo: pedir ajuda. Bem como, reforçam o papel de quem as rodeia, especialmente, familiares e amigos, na superação destes casos. “Esta corajosa conversa pode ser determinante para a valorização da necessidade de pedir ajuda e de identificação dos jovens que estão a passar por uma doença mental”.
Os problemas de saúde mental aumentaram com a pandemia de COVID-19 e a subsequente crise económica, uma evolução particularmente grave entre os jovens, que são hoje mais afetados pela depressão do que toda a população adulta. Segundo os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), um em cada sete adolescentes e jovens no mundo sofre de um problema de saúde mental.
Com esta campanha, a Vodafone pretende despertar a consciência social para a saúde mental, contribuindo para eliminar o estigma associado à doença mental e passando uma mensagem de esperança e de confiança num amanhã melhor, refere a operadora em comunicado. Ter a coragem de partilhar, escutar ativamente, prestar mais atenção e estimular o diálogo são ações fundamentais no processo de sensibilização e de normalização deste tema. E só assim se conseguirá quebrar o estigma para o bem de todas as gerações, sobretudo das mais jovens.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close