Cultura

Ovar em Jazz ao piano com nomes consagrados e projetos emergentes

Um piano, oito propostas culturais, concertos únicos, projetos consagrados e emergentes, uma cidade com uma vibração especial. De 17 a 20 de abril, está de regresso o Ovar em Jazz. Uma aposta consolidada do Município de Ovar que afirma o concelho como um dos palcos nacionais de excelência do Jazz, dos poucos fora dos grandes centros urbanos.

“O Ovar em Jazz surge, mais um ano, como um evento de aprendizagem, experimentação, celebração e escuta”, antecipa Alexandre Rosas, Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Ovar, garantindo que durante quatro dias “Ovar vai assumir-se como palco de grandes concertos, oficinas, conversas e partilha de diversos momentos musicais, em ambientes formais, intimistas ou mais descontraídos, que procuram ir ao encontro de todos os públicos”, resume.

De Portugal, Brasil e Espanha chegam a Ovar nomes consagrados do Jazz, numa edição que terá como fio condutor o piano. O palco do Centro de Arte de Ovar vai receber quatro concertos únicos, todos marcados para as 21h30. Mário Costa Quarteto traz um elenco de luxo para a apresentação do seu novo álbum Chromosome. O concerto está marcado para 17 de abril, quarta-feira. No dia seguinte, 18 de abril, quinta-feira, o testemunho é passado aos L.U.M.E. – Lisbon Underground Music Ensemble, num concerto que contará com 15 instrumentistas em palco. Abe Rábade vem apresentar o seu novo trabalho Botánica, que combina jazz, música tradicional galega e música de câmara. Perspetiva-se um concerto especial protagonizado por um coletivo artístico heterogéneo, composto por 9 elementos, entre os quais um bailarino. O espetáculo está marcado para 19 de abril, sexta-feira.

Amaro Freitas, um dos nomes do Jazz com mais reconhecimento internacional, depois das manchetes no The New York Times e no The Guardian, está em tour pela Europa, tem apenas dois concertos em Portugal e um deles é em Ovar. No último dia do Ovar em Jazz, 20 de abril, sábado, Amaro Freitas, a solo, apresenta o seu novo disco Y’Y. Uma homenagem à floresta que promete uma experiência musical e emocional única.

Depois dos grandes concertos, o Ovar em Jazz continua em ambientes intimistas e informais. O objetivo é prolongar a experiência, estimulando conversas e novas vivências. O Bar do Centro de Arte de Ovar acolhe três propostas totalmente gratuitas. Mané Fernandes convida os participantes a uma viagem pelo seu trabalho ENTER THE sQUIGG e R’B & Mr. SC apresentam os seu originais, numa proposta criativa cheia de energia. Ambos os concertos estão marcados para as 23h, sexta-feira 19 de abril e sábado, 20 de abril, respetivamente. O projeto dISCOLAGENS promete encerrar o Ovar em Jazz com chave de ouro. João Palavra vai passar as suas músicas preferidas e embalar os participantes. A apresentação está marcada para sábado, às 00h.

Cumprindo a sua matriz de experimentação e partilha de conhecimentos, o Ovar em Jazz promove, ainda, um workshop gratuito, não só para músicos, mas também para todos os queiram explorar e aprender. A oficina está marcada para sábado, 20 de abril, na Escola de Artes e Ofícios, às 16h e tem a duração de 120 minutos. Intitulada “o ritmo… a pulsação… a respiração…” será ministrada por Mário Costa, um dos percussionistas mais talentosos na sua geração, e tem como ponto de partida uma exploração sonora, dando destaque à forma como ouvimos e, principalmente, sentimos a música.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close