Cultura

TNSJ estreia Fado Alexandrino: Nuno Cardoso leva à cena romance de António Lobo Antunes sobre o 25 de Abril

Diretor artístico do Teatro Nacional São João dramatiza aquele que é considerado o grande romance sobre o 25 de Abril, na celebração do seu cinquentenário. Fado Alexandrino estreia-se a 5 de abril no Teatro São João, onde fica em cena até ao dia 28.

Em Fado Alexandrino (1983, Publicações Dom Quixote), António Lobo Antunes mergulha-nos num tempo compósito, acionado pelo movimento da rememoração. Cinco personagens, militares que regressaram da guerra em África dez anos antes, juntam-se num jantar, um encontro de reflexões sobre um fim e o seu luto, uma espécie de Última Ceia. Na primeira produção própria do ano, o TNSJ leva à cena, pela mão de Nuno Cardoso, aquele que é considerado o grande romance sobre o 25 de Abril. O diretor artístico do TNSJ, que assume a encenação, a adaptação cénica e a dramaturgia do espetáculo, transforma o palco num grande mural para interrogar a nossa história recente.

“No fundo, Fado Alexandrino é uma História de Portugal”, diz António Lobo Antunes, um dos mais prolíficos escritores portugueses do pós-25 de Abril e um dos raros a abordar no campo da ficção um tema recalcado no inconsciente coletivo nacional: a guerra colonial. No romance publicado em 1983, cinco ex-combatentes contam, durante uma noite, madrugada e manhã, como a vida se lhes transtornou, desde o dia em que chegaram da guerra até ao presente. Dividido em três partes – antes da Revolução, a Revolução e depois da Revolução –, Fado Alexandrino reflete sobre o país antes e depois do 25 de Abril de 1974, do regime fascista à instauração da democracia, passando pelo horror de África e pelos infernos privados de cada um.

É com Fado Alexandrino que o Teatro Nacional São João arranca uma programação especialmente desenhada para celebrar os 50 anos do 25 de Abril. Produzido em parceria com as principais instituições parceiras do TNSJ – o Teatro Circo de Braga e o Centro Cultural de Belém –, o Teatro Aveirense e o Théâtre National du Luxembourg, o espetáculo conta com interpretação de Joana Carvalho, Lisa Reis, Patrícia Queirós, Jorge Mota, Paulo Freixinho e Pedro Frias, atores residentes do TNSJ, e de Ana Brandão, António Afonso Parra, Pedro Almendra, Roldy Harrys, Sérgio Sá Cunha e Telma Cardoso.

Fado Alexandrino está em cena no Teatro São João entre os dias 5 e 28 de abril, à quarta-feira, quinta-feira e sábado às 19h00, sexta-feira às 21h00, e domingo às 16h00. O preço dos bilhetes varia entre os 7,50 e os 16 euros. Depois da temporada de estreia, segue numa digressão nacional com paragens no Centro Cultural de Belém (Lisboa) a 3 e 4 de maio, no Teatro Aveirense (Aveiro) a 9 de maio, no Theatro Circo (Braga) a 24 e 25 de maio, e no Teatro das Figuras (Faro) a 21 de junho.

Foto: DR

Tags
Show More

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close