Opinião

Não me fales no Natal!

Não me fales no Natal, enquanto não fores capaz de sentir e viver o seu espírito ao longo do ano inteiro, sem ser necessário uma data de um calendário para te fazer recordar a magia desta época!
Não me fales no Natal, enquanto não perdoares aqueles que de algum modo te magoaram, aqueles que tu consideras que te desiludiram! Enquanto não aceitares genuinamente o perdão que te pedem, enquanto não te perdoares a ti mesmo, sentindo a magia do perdão a brilhar em ti!
Não me fales no Natal, se durante o ano, as desculpas temporais são a tua forma de evitar encontros, de manifestar o que sentes por aqueles que amas e agora corres para os seus braços com sorrisos que não mostraste o ano inteiro! Viver o Natal é celebrar a Família, a Amizade, o Amor o ano inteiro, celebrando esses elos essenciais para o teu Viver!
Não me fales no Natal, se te preocupas com os presentes, o seu valor monetário, como se cada presente pudesse de algum modo, compensar a distância, o tempo não partilhado, como se pudesse qualificar ou quantificar as tuas relações! Não são os presentes que importam, aliás se chegares a algum lado de mãos vazias, tens mais oportunidades para abraçar, para entrelaçar as mãos, para sentir o toque humano: a grande dádiva da Vida!
Não me fales no Natal, se agora olhas de forma mais emotiva para quem precisa de ajuda, para quem nada tem, pois durante todo o ano precisaram de ti, todo o ano sentiram necessidades e tu, poderás ter passado ao seu lado sem parar! Todo o ano podes partilhar essa solidariedade, que existe em ti, mas que em alguns casos, parece que só é emanada nesta época em que fica bem mostrar esse lado!
Não me fales no Natal, se durante todo o ano arrastas para as teias dos rumores e boatos aqueles seres incapazes de se defender, aqueles que te dão jeito, mantendo a sua presença perto de ti, para satisfação pessoal e agora tentas enaltecer o seu viver! O seu viver é importante todo o ano, merecendo a tua aceitação, o teu olhar de e por amor!
Não me fales no Natal, se só existe no teu coração uma vez por ano, quando as ruas se enfeitam e escutas melodias de amor! O teu coração deveria viver esse espírito o ano inteiro, sem ser necessário qualquer sinal que desperte essa magia em ti!
Fala-me no Natal quando fores capaz de viver esse espírito a cada dia, partilhando amor, carinho e ternura, semeando as mais belas emoções nos corações preparados para receber essa semente, para poderem florescer!
Fala-me no Natal quando sentires em ti o poder do Perdão, da Gratidão, dos teus Dons e te tornares um agente promotor de Esperança, Felicidade e União!
Fala-me no Natal, quando fores capaz de o viver a cada dia, iluminando as árvores cobertas de sombra, decorando os seus ramos emocionais com intensas e sinceras emoções!
Nesse momento de plenitude, fala-me então no Natal e partilharemos o seu sentido em cada lugar, em cada ser!
Ricardo Fonseca
Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close