Desporto

FC Porto com lucro de 34,450 ME no primeiro semestre

O FC Porto comunicou hoje que fechou o primeiro semestre da época de 2020/21 com lucros de 34,450 milhões de euros, “apesar do impacto adverso da pandemia”, que compara com os prejuízos de 51,854 ME do período homólogo.
Para a obtenção deste resultado, que deixa o FC Porto bem encaminhado no cumprimento do ‘fair-play’ financeiro da UEFA, foi determinante a prestação na Liga dos Campeões, em que arrecadou quase 56 milhões de euros, contra os 9,4 milhões do primeiro semestre da época passada.
Embora se mantenha a interdição dos estádios ao público, devido à pandemia de covid-19, e a consequente inexistência de receitas de bilheteira, os proveitos operacionais, excluindo passes de jogadores, aumentaram significativamente, atingindo agora os 94,777 ME.
Os direitos de transmissão televisiva também foram reforçados, passando de 18,1 para 22,5 ME, e as rubricas relacionadas com passes de jogadores também tiveram um contributo bastante positivo, na ordem dos 28,185 ME, para as contas da sociedade portista.
O FC Porto destaca ainda, no período em análise, a conquista das duas mais importantes provas do futebol nacional, o campeonato e a Taça de Portugal referentes à temporada 2019/2020, bem como a Supertaça Cândido de Oliveira.
“Os custos operacionais excluindo custos com passes de jogadores crescem neste período, ainda que ligeiramente, devido a um aumento dos custos com o pessoal, uma vez que esta rubrica inclui prémios que pertencem à temporada passada e que penalizaram o resultado em 9,498 ME”, refere o relatório.
A SAD do FC Porto destaca ainda que “o ativo, que se situa nos 380,339 ME em 31 de dezembro de 2020, registou um aumento global de 79,699 ME face a 30 de junho, principalmente devido ao acréscimo dos valores a receber de clientes e do montante que a Sociedade tinha em caixa”.

APS // AMG

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close