Notícias

Recorde de felicidade na Viagem Medieval

No fecho da 19ª Viagem Medieval em Terra de Santa Maria – que registou um número de visitas sem precedentes – a organização destacou o incremento na qualidade, sobretudo ao nível dos espetáculos e da higiene e segurança alimentar no recinto, mas também a aposta na internacionalização e, de uma forma especial, a felicidade estampada no rosto de milhares de visitantes. Contas feitas: Número de pulseiras/bilhetes vendidos em 2015: 262.548, número de pulseiras/bilhetes vendidos em 2014: 231.827 o que corresponde a um aumento de 30.721 unidades = 13,25%.

“Sentimos uma genuína felicidade nos visitantes, portugueses e estrangeiros, crianças, jovens e adultos, em todos os espetáculos e áreas temáticas, ou simplesmente quando circulavam pelo recinto, o que nos deixa muito satisfeitos e com o sentimento de missão cumprida”, enfatiza o presidente da Câmara, Emídio Sousa, que nesta edição apostou na internacionalização do evento, promovendo ações de diplomacia cultural e económica através de embaixadas de vários países.
“A visita dos embaixadores do México e do Japão, da adida cultural da Federação Russa e da cônsul de Moçambique à Viagem Medieval foi mais um importante passo na afirmação e promoção internacional da nossa cultura, em particular deste evento, mas também da nossa economia, dado que aproveitámos estas deslocações a Santa Maria da Feira para visitar empresas do concelho e fomentar contactos com os nossos empresários”, acrescenta o autarca.

O reconhecimento da qualidade ao nível da higiene e segurança alimentar, por parte das entidades competentes que inspecionaram o recinto durante o evento, é também sublinhado pelo presidente da Câmara, assim como a perceção generalizada de um número cada vez mais crescente de famílias com crianças a visitar a Viagem Medieval, mesmo durante a noite, “facto que reforça a importância da componente pedagógica e lúdica de todos os espetáculos e áreas temáticas”, explica Emídio Sousa. O autarca enaltece ainda as ações da Viagem Acessível, que quer manter e fomentar em edições futuras, com mais roteiros acessíveis para público com deficiência auditiva, visual e motora, permitindo que todos possam usufruir deste evento.

Qualificar e surpreender novamente em 2016

Paulo Sérgio Pais, diretor-geral da empresa municipal Feira Viva, confirmou o crescimento inequívoco do número de entradas pagas no recinto, superior a 13 por cento, comparativamente com o ano anterior, assim como o aumento do número de visitas diárias em todas as áreas temáticas com bilheteira.

No entanto, é a qualidade dos espetáculos, quer ao nível de conteúdos e cenários, quer de condições e conforto para os visitantes, que Paulo Sérgio Pais mais valoriza, assumindo, desde já, o mesmo desafio para o próximo ano: “voltar a surpreender os visitantes com a qualidade e diferenciação dos nosso espetáculos”.

Joaquim Tavares, presidente da Federação das Coletividades de Cultura e Recreio do Concelho, destaca o envolvimento cada vez maior do movimento associativo do concelho neste projeto de recriação histórica. “Crescemos de forma considerável em relação a edições anteriores, em quantidade e sobretudo em qualidade”, frisa o responsável.

Para trás ficam 12 dias recriações históricas, 149 horas de animação e 46 espetáculos diários, num total de 1268 apresentações, dinamizadas por 83 grupos participantes em 27 áreas temáticas, integradas num recinto com 33 hectares, onde trabalharam diariamente mais de duas mil pessoas, entre elas 370 voluntários.

Em 2016, a 20 ª edição da Viagem Medieval é simbólica, por isso a organização promete um evento memorável, integralmente dedicada ao reinado de D. Dinis.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close