Desporto

Benfica vence o FC Porto quatro anos depois

 

Um clássico com muita intensidade, mas com pouca qualidade, demasiadas faltas e muitos passes errados. Acabou por fazer a diferença um dos poucos remates enquadrados com a baliza, desferido aos 61 minutos pelo avançado Haris Seferović.
Na primeira parte, foi o FC Porto a deixar a primeira ameaça no estádio da Luz, no passado domingo, com um remate de Soares à baliza defendida por Vlachodimos, aos 6 minutos dai em diante o Benfica esteve sempre por cima, com mais posse de bola e mais remates, embora todos desenquadrados com a baliza e sem perigo para a baliza de Iker Casillas.
A segunda parte inicia com outra atitude por parte das equipas, o Benfica cresceu na partida, usando as alas para chegar a baliza adversaria até que surge o golo aos 61 minutos após assistência de cabeça de Pizzi para o remate certeiro do Suíço que viria mais tarde a proporcionar uma grande defesa a Cassilas após uma jogada de contrataque.
Após o golo dos Encarnados o FC Porto correu atrás do prejuízo, Conceição troca Corona por Maxi e André Pereira por Soares.
André Pereira ainda origina a expulsão de Lema, o que deu ainda mais impulso ao FC Porto, que perto do final da partida teve duas boas oportunidades através de dois remates de Brahimi e Danilo.
Benfica consegue segurar a vantagem e igualar o Sporting de Braga na liderança da Liga.

Texto e fotos: Vítor Sousa

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close