Breves

Aveiro vive mais um Festival dos Canais

Nesta que é já a quarta edição estão garantidos mais de 250 espectáculos, que envolvem 32 companhias artísticas.

A 4ª edição do Festival dos Canais, que arrancou ontem em Aveiro, apresenta até domingo uma programação variada, na qual se incluem mais 250 espetáculos gratuitos, numa programação artística e cultural que aposta em artes e no teatro de rua, concertos, instalações artísticas, performances, workshops, atividades desportivas e de lazer, oficinas criativas, mercados de rua e Dj’s. O programa arranca todos os dias às 10 horas e inclui 15 estreias nacionais e quatro premières absolutas.
Pensado para todas as idades, o Festival dos Canais apresenta também muitas ações direcionadas para o público infantil e familiar, convidando-os a explorar, manipular, criar, intervir e participar de forma ativa. No Cais da Fonte Nova, o “Jardim das Brincadeiras”  propõem oficinas artísticas, trabalhos de reciclagem e leitura de contos.
Há ainda desporto no Festival dos Canais, com propostas disponíveis todos os dias, em diferentes horários entre as 09h00 e as 19h00. Tanto o lago artificial como os diferentes campos de jogos do Cais da Fonte Nova acolhem as mais diversas modalidades, desde o Stand Up Paddle, passando pelaCanoagem, Treino Funcional, Ginástica Rítmica, Voleibol e Basket 3×3. As sessões serão orientadas pelas associações desportivas do município.

Destaques para amanhã, dia 19

10h às 20 horas – Funky Beach – um espaço relaxado e tropical, com palmeiras, espreguiçadeiras e coktails variados, que contará com música variada assinada por diferentes Dj’s e música ao vivo.

11h00 e 16h00 – Ovattato. É outra das propostas de teatro de marionetas que o Festival dos Canais traz a Aveiro. Conta histórias de Momo, cujo corpo nem parece de madeira, tanto é o realismo com que se movimenta. A italiana Simona Ferrara é a manipuladora que lhe dá vida numa coreografia intimista, fazendo dele um humano carinhoso, sensível e poético.

16h30 e 18 horas – “Meeting Point”, uma produção da consagrada companhia espanhola Ertza com cruzamento de linguagens que vão do break-dance ao hip-hop até à dança contemporânea. Na Praça de Marquês de Pombal.

17h30 – “Shake, Shake, Shake”,  espetáculo de Circo Contemporâneo, de humor, risco e emoção, rico em acrobacias aéreas e mastro chinês, numa fusão cúmplice entre circo e teatro burlesco, que poderá ser apreciado nos dias 19,20 e 21 de julho. Na Praça da República.

18h00 – Concerto de Música Coral pelo Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian. No Mercado Manuel Firmino.

21h30 – Esencial Vaivén Circo –  estreia nacional, da companhia VAIVÉN CIRCO, um espetáculo de circo contemporâneo e de dança, que pode ser visto nos dias 19, 20 e 21. Fala sobre transições e conta a história de um grupo de pessoas nómadas, feirantes e velhos marionetistas que chegam a uma nova cidade para trabalhar. Diretamente do país vizinho, a já premiada companhia artística apresenta pela primeira vez em Portugal uma produção poética e educativa, inspirada no Arco Íris de Waldrof.

22h30 – Espetáculo Tales of the Lagoon –  exibição única, em estreia absoluta. Trata-se de uma adaptação da companhia de teatro “Walk the Plank” ao espetáculo “River Stories” à paisagem e ao contexto de Aveiro, para celebrar a Ria e os seus canais e que sublinha a necessidade de mudar comportamentos face às atuais mudanças climáticas. Começa na Praça da República e termina no Cais da Fonte Nova.

23h30 – “Sparkl!Worldbeaters” – uma das estreias nacionais que integra o cartaz do festival. um grandioso espetáculo de teatro de rua, visualmente arrasador e acusticamente impressionante, que combina bateria de alto impacto com coreografias dinâmicas e um design de iluminação extraordinário. Conta com a participação de percursionistas de Aveiro,  no Cais da Fonte Nova.

Foto: DR

.

 

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close