Notícias

Marinha neutraliza engenho explosivo em praia de Ovar e alerta para riscos

A Marinha Portuguesa revelou hoje ter detetado um engenho explosivo na praia de Maceda, em Ovar, alertando a população que, em caso de encontrar esses objetos, deverá evitar manuseá-los e comunicar a descoberta à linha de emergência 112.
No espaço de algumas semanas, esta é a segunda vez que aparelhos identificados como “Marine Markers” (localizadores marítimos) surgem na orla costeira desse município do distrito de Aveiro, nomeadamente nas praias de Maceda e do Furadouro.
“Ainda que aparente um estado estável e seguro, este tipo de engenhos poderá encontrar-se acionado e totalmente funcional, contendo ainda parte da sua carga. Não devem ser manuseados nem removidos, devendo informar-se de imediato as autoridades ou utilizar o número nacional de emergência 112”, alerta hoje fonte da Marinha Portuguesa.
Foi um desses objetos que, esta segunda-feira à tarde, foi identificado e neutralizado no areal de Maceda pela Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos do Destacamento de Mergulhadores Sapadores N.º1 da Marinha Portuguesa.
Com aspeto semelhante a um tubo cilíndrico, os referidos localizadores constituem um “engenho fumígeno utilizado em ambiente marítimo para sinalização de posições”. Costumam ter cerca de 30 centímetros de comprimento, apresentam-se em tom predominantemente cinzento e exibem por vezes autocolantes informativos cujo conteúdo já não é legível.
Destinando-se a identificar com fumo a localização geográfica de embarcações, para facilitar o seu resgate, esses fumigadores pirotécnicos podem perder-se em naufrágios e noutras circunstâncias ou ser lançados para o ar sem que efetivamente detonem, após o que acabam por dar à costa portuguesa “com alguma frequência, devido à confluência de diversas rotas marítimas e aéreas” junto às praias nacionais.

Texto: Alexandra Couto

Foto: DR

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close