Desporto

Reviver o passado no Dragão

Nuno Almeida, da associação do Algarve, mantém-se como árbitro do jogo de hoje, com início às 19:00, entre o campeão nacional e segundo classificado do campeonato e os vila-condenses.

Quando se olha para Miguel Cardoso vem sempre à memória a  imagem de Pierluigi Collina melhor árbitro de sempre do futebol mundial.  Cabeça rapada, olhar compenetrado e seguro. A única diferença está na barbicha do português. Miguel Cardoso volta ao reino do Dragão depois de 5 épocas na formação localizada no Olival.  E regressa ao Rio Ave onde já esteve na época 2017-18 com sucesso de quase 50 %. 20 vitórias em 42 jogos para todas as competições. Foi a primeira experiência a solo depois de longo tirocínio como adjunto no Braga, Sporting e Shakthar. Seguiram se aventuras no Nantes, Celta e AEK, todos sem o sucesso desejado.  Costuma dizer se que não deves voltar a um lugar onde já foste feliz, mas a vida de treinador não se compadece com sentimentalismos e o Rio Ave continua a ser um projeto apetecível. Sem pressão mediática, mas com organização e ambição. O regresso de Miguel Cardoso é contra o campeão nacional que soma 10 jogos seguidos na Liga só com um empate frente ao Benfica. E sabe o conjunto azul e branco que tem aqui uma oportunidade de ganhar pontos a um dos rivais ou até aos dois que jogam a seguir em Alvalade.
O FC Porto / Rio Ave realiza-se ainda sem público nas bancadas. Apita às 19h00 com Nuno Almeida do Algarve.

Fernando Eurico

Foto: DR

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close