Breves

Aveiro: OLI entra na Pista de Moto 2 e moto 3 e vai ao pódio

No último fim de semana, a OLI, pela terceira época consecutiva, voltou à pista do Campeonato Mundial de Motovelocidade, nas categorias de Moto2 e Moto3, e já foi ao pódio.
No Grande Prémio do Qatar, o piloto patrocinado pela OLI, Fabio Di Giannantonio, em Moto 2, alcançou o terceiro lugar.
A OLI patrocina as equipas da Gresini – a Team Federal Oil Gresini (Moto 2), com os pilotos Fabio Di Giannantonio e Nicolò Bulega, e a Indonesian Racing Team Gresini (Moto 3), com os pilotos Jeremy Alcoba e Gabriel Rodrigo.
“A parceria entre a OLI e a Gresini é sinónimo da nossa satisfação com a equipa do Campeonato Mundial de Motovelocidade, uma prova que tem merecido atenção crescente, particularmente do público português. A nossa presença nas provas de Moto2 e Moto3 chega a uma audiência televisiva na ordem dos 400 milhões telespectadores, permitindo à marca obter uma notoriedade crescente à escala global”, afirma António Ricardo Oliveira, Administrador da OLI.
“Apesar de este ano ainda não podermos convidar os nossos parceiros para visitar a ‘padock’ e fazer deste patrocínio uma oportunidade de partilha, encontramos nesta associação a uma equipa de alta competição um paralelismo com a nossa organização, neste tempo incaracterístico e exigente. Da mesma forma que, de semana a semana, os pilotos mudam de circuito e encontram condições de corrida totalmente novas às quais têm de se adaptar, também nós, na indústria e no mercado, necessitamos da mesma flexibilidade, concentração e rapidez para chegar às vitórias”, acrescenta o responsável.
Lembre-se que a OLI é a “maior” produtora de autoclismos da Europa do Sul. Exporta 80% da produção para 80 países dos cinco continentes. Em 2020, registou um volume de negócios de 60 milhões de euros. A empresa integra 419 colaboradores em Portugal. A fábrica trabalha ininterruptamente 24 horas por dia, sete dias por semana, e tem uma produção anual de 2 milhões de autoclismos e 2,8 milhões mecanismos. É a única empresa portuguesa a produzir autoclismos interiores. Atualmente, a OLI tem 38 patentes ativas.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close