Breves

Centro de Vacinação de Santa Maria da Feira regressa ao Europarque

O Centro de Vacinação contra a Covid-19 de Santa Maria da Feira regressa ao Europarque já a partir de amanhã, dia 24 de novembro. As alterações ao processo de vacinação com a dose de reforço contra a Covid-19 e, consequentemente, a necessidade de aumentar a capacidade de inoculações diárias, mantendo os níveis de qualidade e de bem-estar que, desde o início, o Município de Santa Maria da Feira garantiu à sua população, estão na origem desta mudança.

O Centro de Vacinação (Gripe/Covid-19), a funcionar desde o dia 1 de outubro no auditório de Santa Maria de Lamas, está, durante todo o dia de hoje, 23 de novembro, encerrado para que os serviços de saúde e a autarquia procedam à mudança de toda a estrutura logística necessária à instalação do Centro de Vacinação no Europarque, iniciando o seu normal funcionamento, às 9h00 de quarta-feira, 24 de novembro.
O Presidente da Câmara Municipal, Emídio Sousa, refere que o Centro de Vacinação do Europarque “foi um dos melhores do país, tanto pelo espaço físico, como pelos recursos humanos (profissionais de saúde, da Câmara Municipal e voluntários) que disponibilizou, uma qualidade e eficiência que a nossa população merece”. Emídio Sousa explica que, no final de setembro, com o plano de vacinação quase concluído, os serviços de saúde mudaram o processo de vacinação para o auditório de Santa Maria da Lamas.  “O facto de a vacinação naquele local não ter corrido da melhor forma, aliado à necessidade de se aumentar o número de inoculações diárias, deu forma à minha decisão de disponibilizar novamente o Europarque, garantindo uma qualidade de excelência para o Centro de Vacinação de Santa Maria da Feira “.
O Centro de Vacinação do Europarque está, neste momento, com a iniciativa Casa Aberta 70+, ou seja, a população com 70 ou mais anos que ainda não fez a vacina de reforço da Covid-19 e da Gripe, pode dirigir-se ao Centro de Vacinação, entre as 9h00 e as 18h00. Além da Casa Aberta, estão igualmente disponíveis as modalidades de autoagendamento e convocatória para as restantes idades.
De referir que as pessoas com idade superior a 65 anos, incluindo os utentes que recuperaram da infeção por SARS-CoV2 há pelo menos 5 meses, devem ser vacinadas com uma dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close