GaleriaNotícias

“Noite dos Investigadores” no Visionarium

É já no próximo dia 27 de Setembro, sexta-feira, que o Visionarium vai acolher a “Noite dos Investigadores”. A iniciativa, que é promovida pela Comissão Europeia, e decorre em vários países em simultâneo, visa na essência uma aproximação entre os cientistas/investigadores e o público em geral. Deste modo, diferentes ocorrências e atividades proporcionarão um conhecimento mais detalhado sobre alguns aspetos relacionados com a Ciência na sua vertente mais experimental.

Para as 21h00 fica desde já reservado o momento nuclear do programa, um encontro-debate com profissionais de diferentes áreas que se revestirá do maior interesse: Como será o Mundo em 2020? Vânia Beliz, sexóloga e apresentadora da rubrica “Final Feliz”, na SIC Radical, Carlos Herdeiro, físico e docente na Universidade de Aveiro, bem como Luís Miguel Loureiro, jornalista na RTP e também ele docente na Universidade de Lusófona, vão conversar com o público sobre como poderão vir a ser os dias daqui a 7 anos, partindo cada um destes especialistas da sua área de conhecimento para buscar as respostas. Futurologia? Sim, de certo modo, mas partindo de uma base científica.
E se esta é a cereja no topo do bolo, no capítulo das atividades experimentais e no período que antecede o encontro-debate há propostas como a que se prende com a “Clonagem Plantas”, que decorre entre as 20h00 e as 20h30. É notório um despertar de interesse e curiosidade crescentes na sociedade no que toca à utilização da tecnologia como um meio para melhorar as características genéticas das plantas. Afinal, em que consistem as novas técnicas de clonagem e manipulação genéticas das plantas? Só vai saber responder quem vier a essa mesma hora.
Entre as 20h30 e as 21h00 a proposta recai na “Produção de Biodiesel”. Partindo do pressuposto que num futuro mais ou menos próximo, o biodiesel possa vir a substituir os combustíveis fósseis no que toca a fazer andar os diferentes veículos, esta sugestão em forma de convite passa por desafiar os participantes a observarem microalgas produtoras de óleos utilizados como matéria-prima no fabrico de biodiesel e aprender um pouco sobre o seu processo de fabricação.
Após o encontro-debate, entre as 22h30 e as 23h00, verifica-se um novo fôlego nas atividades experimentais. Para recuperar as baterias, nada melhor do que conceber uma “Pilha Microbiológica”. Num cenário de crise energética e de dependência dos combustíveis fósseis, torna-se um imperativo para a Ciência pesquisar e desenvolver formas alternativas de produção de energia. O repto lançado aos participantes é o de participarem na montagem e colocação em funcionamento de uma pilha eletroquímica.
A última das sessões práticas ficará reservada para a temática das “Drogas Sociais”. Das 23h00 às 23h30 serão feitos testes e analisados os efeitos das chamadas drogas sociais, entre elas a cafeína, a nicotina e o álcool, e aferir o ritmo cardíaco de um modelo biológico – Daphnia magna Straus para perceber o seu efeito no organismo humano.
A participação é totalmente gratuita, apenas requer uma inscrição prévia, uma vez que as sessões experimentais decorrem no Laboratorium e o espaço físico pode numa única sessão não albergar todos os que queiram participar.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close