EntrevistasGaleriaNotícias

Poesia sem pudor começa com um “Orgasmo”

Do jornalismo para o mundo literário, a repórter Salomé Pinto, de S. João da Madeira, assina “Rio de Pétalas”, um livro de poemas de sua autoria com design do seu irmão Pedro Pinto e ilustrações de Alexandra Gonçalves. É o primeiro trabalho a solo na escrita poética da jornalista do Porto Canal em Lisboa, depois de já ter participado em duas coletâneas com outros poetas da região do Entre Douro e Vouga: “Simbiose” e “Sentidos”.
Em “Rio de Pétalas”, Salomé Pinto despe-se de tabus e pudores para descrever o amor, a paixão e o prazer em todo o seu esplendor. “Orgasmo” é a “pétala” que inaugura este livro. Segue-se “Trovoada” e “Rosa Selvagem”.

Para Josias Gil, que assina o prefácio da obra, “quem conseguir mesmo deixar-se afundar neste rio de pétalas, jamais amará como dantes!…”, escreve o autor sanjoanense e também presidente da Assembleia Municipal de S. João da Madeira.
Em “Alice”, Salomé vai buscar os sonhos de infância, a imaginação de criança para se deixar encantar por uma terra onde tudo é possível e mágico. Deste mundo cor-de-rosa, o leitor é convidado a mergulhar num outro mais metafísico e sombrio (“Quimeras” ou “Quero ser pó”), onde se questiona o destino e a vida.
Por este rio, correm ainda outras pétalas: “Nascente Subterrânea”, “Lua Cheia”, “Casca de Limão”, “Lago meu!”, “Deserto de Água”. Cada uma guarda o sabor da saliva, do suor e das lágrimas, o calor da terra e da cinza, a frescura da água, da espuma e do sal.
Com uma tiragem de 250 exemplares, e publicado em edição de autor, “Rio de Pétalas” pode ser adquirido enviando um email com o pedido para salomepinto.jornalista@gmail.com.

Tags
Show More

Related Articles

3 Comments

  1. Foi fantástica a parceria com a Salomé, foi uma oportunidade fantástica e muito desafiante, pela ousadia e sensibilidade de cada temática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close