CulturaGaleriaPaís

“Trovas & Canções” junta três gerações no Teatro Sá da Bandeira, em Setembro

Trata-se de um espectáculo inédito, uma vez que reúne três gerações de atores. “TROVAS & CANÇÕES, Actores, Poetas e Cantores”, e chegará ao Teatro Sá da Bandeira, no Porto nos dias 12 e 13 de Setembro, às 21.30 e 16 horas, respectivamente

Trata-se de um espectáculo inédito, da autoria de Paula Carvalho e Paulo Mira Coelho, pela forma como reúne três gerações de Actores, e outros grandes profissionais, ao redor da figura de Ruy de Carvalho. Não é o teatro apenas a estar presente, através dos desempenhos de João de Carvalho, Henrique de Carvalho, filho e neto do Actor, e do Actor RICARDO CARRIÇO, mas também a linda voz da Fadista e Actriz, Ana Marta, Prémio Amália Revelação 2011, ao som do espectacular acompanhamento da guitarra portuguesa do professor Ricardo Gama e da viola clássica de João Correia.

O espectáculo pretende recordar uma mão cheia de poemas, que tornaram famosas algumas da nossas grandes canções, desde Pedro Homem de Mello a José Luís Gordo, sem esquecer o Zeca Afonso, o Adriano Correia de Oliveira, o Moniz Pereira, o Ary dos Santos, o Manuel Alegre e a Florbela Espanca, José Luís Tinoco, Florbela Espanca, tudo feito num ambiente de grande intimidade com o público, que certamente irá acompanhar os temas, por força das mil vezes em que foram cantados pelos palcos de Portugal. O espectáculo tem ainda uma homenagem a três grandes nomes da nossa literatura, Gil Vicente, com a primeira peça do Teatro Português, Luís Vaz de Camões e Manuel Maria Barbosa du Bocage.

As TROVAS alimentarão as CANÇÕES, do mesmo modo que os Actores e os músicos, também eles transformados em público, recitarão, tocando e cantando os temas que o bom gosto do nosso povo imortalizou ao longo do século passado. Estamos a propor uma viagem entre a récita e o concerto, numa amostragem que se pretende rica e saborosa, pelo facto de ser facilmente reconhecida por todos nós. “TROVAS & CANÇÕES- Actores, Poetas e Cantores” ultrapassará, seguramente, a melancolia das memórias gastas, ao obedecer a uma escolha criteriosa dos temas que ecoarão no palco, abrindo sempre a hipótese de um contacto mais próximo, e por isso, mais eficaz, entre a experiência de um grande Actor, e o prazer com que se vão ouvir coros da plateia a acompanhar os artistas presentes durante mais de hora e meia.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close