CulturaGaleriaPaísTeatro

João Reis encena “Neva” em estreia absoluta no Teatro Carlos Alberto

“Um grupo de atores ensaia uma peça de Tchékhov num teatro de São Petersburgo. Lá fora, os oficiais do czar disparam contra o povo, que marcha para melhorar as suas condições de vida. É janeiro de 1905 e, no inverno, a margem do Neva é impossível de imaginar.” É assim que o chileno Guillermo Calderón começa por descrever o seu texto multipremiado que sobe agora ao palco do Teatro Carlos Alberto (TeCA). Com encenação de João Reis – figura indissociável da história recente do Teatro Nacional São João (TNSJ), protagonizando algumas das mais memoráveis produções da Casa –, Neva é uma estreia absoluta e está em cena de 29 de outubro a 15 de novembro.

Neva conta-nos a história de três atores – onde se inclui Olga Knipper, mulher de Tchékhov que morreu há seis de tuberculose – que se fecham num teatro para ensaiar o Cerejal, do dramaturgo russo, enquanto lá fora acontece o que ficou conhecido como “domingo sangrento”. O espetáculo reflete, assim, sobre o teatro e sobre as suas limitações, abordando o drama privado da morte e o drama público da violência política. Sobre isto, Guillermo Calderón acrescenta que “talvez o teatro não sirva para nada, mas pelo menos serve para nos juntarmos com outras pessoas e esperar por um momento de lucidez”.

O espetáculo tem um elenco de luxo, contando com interpretações de Lígia Roque, Sara Barros Leitão e Cristóvão Campos, e tem os cenários e figurinos a cargo de Nuno Carinhas, diretor artístico do TNSJ.

Neva é uma coprodução entre Teatro Nacional São João e O Lince Viaja e está em cena às quartas-feiras, às 19h00, de quinta a sábado, às 21h00, e aos domingos às 16h00. O preço dos bilhetes é de 10 euros.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close