Notícias

Festival da Canção apresentado na próxima segunda-feira

Semifinais irão decorrer a 16 e 23 de fevereiro

A RTP volta a organizar o Festival da Canção, mítico programa de televisão que assinala este ano o seu 55.º aniversário.

A 1.ª edição do Festival da Canção decorreu em 1964, na época intitulado 1º Grande Prémio Televisão da Canção. Ao longo de 55 anos de história, alguns interregnos e diferentes formatos, nasceram no programa 52 representantes de Portugal no Festival Eurovisão da Canção, o primeiro António Calvário e a mais recente Cláudia Pascoal.

Na próxima segunda-feira, dia 21, a RTP apresenta em conferência de imprensa a edição de 2019. O modelo deste ano segue as linhas orientadoras das últimas edições: duas semifinais que irão decorrer a 16 e 23 de fevereiro, e uma finalíssima agendada para 2 de março.

16 canções, 16 compositores

Depois de um ano especial, que representou a primeira ocasião em que Portugal acolheu o Festival Eurovisão da Canção pela primeira vez, a edição de 2019 do Festival da Canção retoma o modelo de 2017 e contará com 16 canções a concurso. 14 resultam de convites diretos da RTP, uma vez mais tendo em conta a representação da diversidade de géneros musicais que tem sido aplicada desde que foi posta em prática uma remodelação do formato após um ano de pausa verificado em 2016. Os dois restantes concorrentes chegaram de dois concursos promovidos pela Antena 1, um deles através do programa “Masterclass” e aberto a quem não tenha até aqui música editada, o outro através de um concurso de livre submissão pública. Assim, 16 compositores irão apresentar outras tantas canções, interpretadas por artistas que serão anunciados na próxima segunda-feira. Os nomes dos intérpretes estão ainda guardados a 7 chaves, contudo, fontes ligadas ao processo garantiram alguns artistas bem conhecidos do grande público. Os 16 compositores são: André Tentúgal, Calema, Conan Osíris, D’Alva, D.A.M.A, Filipe Keil, Flak, Frankie Chavez, Lura, Mariana Bragada, Miguel Guedes, NBC, Rui Maia, Pedro Pode, Surma e Tiago Machado.

De Guimarães para Portimão

No novo modelo do Festival da Canção, a RTP definiu que as finais seriam realizadas em diferentes cidades do país. Se a edição de 2017 decorreu no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, e a de 2018 no Multimeios de Guimarães, a 2 de março a Arena de Portimão deverá acolher o Festival de 2019. Na conferência de imprensa da próxima segunda-feira, aguarda-se a presença da presidente da Câmara Municipal desta cidade algarvia, Isilda Varges Gomes, que, em conjunto com responsáveis da televisão pública, deverão anunciar todas as novidades do programa. Refira-se que a Arena de Portimão tem acolhido diversos eventos e concertos, com capacidades que variam entre os 4000 e os 7000 lugares, dependendo da disposição da sala. Por exemplo, já este fim-de-semana a arena irá receber um espetáculo integrado nas comemorações da Cidade Europeia do Desporto, com a presença, entre outros, dos Amor Electro. Para o Festival da Canção haverá bilheteira disponível nas plataformas de vendas online, a um preço que deverá ser simbólico.

 

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close