AudiosMúsica

Com audio: Telmo Pires apresenta «Era uma Vez» no Museu do Fado

Dia 8 de Março

Telmo Pires apresenta, dia 8 de março, o mais recente single «Era uma vez», no Museu do Fado, em Lisboa. O fadista,que pertence à nova geração de cantores que canta o fado,é conhecido pela sua interpretação muito própria, cheia de personalidade, sentimento, sensibilidade e pela postura muito própria de estar e cantar fado.
Este novo tema é, para Telmo Pires,“uma captação, a visão de Lisboa neste momento de alguém que vive cá diariamente no centro dela”. Este fado de apresentação anuncia também uma “série de novas músicas” a serem editadas ao longo dos próximos meses e que vão ficar disponíveis em todas as plataformas digitais.
«Era uma vez» será lançado no dia 22 de Fevereiro e tem letra e música do fadista com o “toque de intervenção e atualidade”.
Este regresso ao Museu do Fado será, segundo Temo Pires, um concerto “intimista e único”. Além do tema “novo”, vão poder ouvir-se, também, originais dos seus anteriores álbuns «Fado Promessa» e «Ser Fado», ambos gravados em Portugal.
O fadista, reconhecido pela forte paixão que lhe vai na alma,vai ser acompanhado,na próxima sexta-feira,por Cajé Garcia, na viola, João Vaz, na guitarra portuguesa e Pedro Sousa, no baixo. Músicos que o acompanham também nas gravações decorrentes.
Foram as vozes de Amália e de Carlos do Carmo que apaixonaram o músico quando era ainda criança. “A genialidade e simplicidade na interpretação, a entrega e coragem são os atributos que estão ligados a eles. No fado são essas as minhas referências”, enfatiza.
Telmo Pires é um homem que gosta de desafios. Cantou pela primeira vez numa casa de fado em Lisboa, em 2010, ano em que decidiu ficar em Portugal, uma vez que viveu parte da sua vida na Alemanha. Tem pena de não ter conhecido o sabor de cantar em casas de fado, de lidar com o fado diariamente. Saiu de casa aos 19 e teve sempre a certeza de que queria fazer música, que queria cantar. “As coisas, pouco a pouco, foram surgindo, aprendi a estar em palco, fiz teatro, tive aulas de canto, aprendi cedo a estar sozinho só com um pianista em palco e fazer concertos de quase duas horas, tinha eu cerca de 20 anos. Foi essa a minha escola”, garantiu.

Tags
Show More

Related Articles

7 Comments

  1. Gosto muito de o ver ao vivo. Já o vi em Bragança e marca a diferença pela forma de estar. Que venham as novas músicas e muitos espectáculos.Bem merece.

  2. Acho que canta bem. Agora temos que admitir que a sua imagem não ajuda. Apesar de o achar um rapaz bonito está neste momento estranho. Dois brincos, barba grande…é uma pena. acho que se não mudar de imagem não chega lá apesar de considerar que canta muito bem.
    Joana melo
    Santarém

  3. Existem coisas que não se explicam. Sei que o Telmo Pires já foi convidado para cantar em várias casas de fado, já o fez, mas entende ser pouco para ele. Depois sofre as consequências…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close