Sociedade

Roteiro de arte urbana aumentado em vários pontos de Águeda

Águeda tem um roteiro de arte urbana com dezenas de espaços que podem ser descobertos. Tratam-se de paredes de edifícios, muros ou outras zonas que foram pintadas por diversos artistas de renome nacional e internacional. Entre elas contam-se obra de Goodmess, do Coletivo Nora, de Mário Belém, de EIME, do Duo Amazonas, de Bordalo II, de Halfstudio ou de Millo, entre outros.
O roteiro, que tem uma identidade diferenciadora cada vez mais enraizada no concelho e que transforma Águeda numa verdadeira galeria de arte a céu aberto, vai ser este ano aumentado com novas obras de Millo, Dourone e AkaCorleone.
Já começaram a ser instaladas esta semana, numa ação que se prolonga até agosto, podendo ser prontamente visitadas.
Pedro Campiche, mais conhecido como AkaCorleone, é natural de Lisboa, onde começou o seu percurso como writer de graffiti e está pela primeira vez em Águeda, onde está a criar um mural, na ESTGA. O artista disse que preparou um trabalho a pensar “nas principais referências da região, seja em termos visuais ou históricos”, usando o seu característico jogo de cores, que se tem tornado na sua imagem de marca.
Com raízes na ilustração digital, AkaCorleone passou para o muralismo e street art, uma “mudança orgânica e natural”, defendeu o artista, que tem trabalhos em vários pontos do país, como Estarreja, Alenquer, Viseu e Lisboa.
Para além de AkaCorleone, nos próximos dias, Águeda vai receber outros artistas desta forma de expressão de arte urbana, como Dourone, uma dupla que tem um registo fragmentado nas suas composições. O trabalho mural de Dourone pode ser apreciado em mais de 45 cidades em mais de 90 murais em todo o mundo. Águeda vai recebê-los para os ver transformar o edifício do “canto” da Rua Eng.º Júlio Portela.
O italiano Millo, que já viu o seu trabalho “Love Prisioners”, em Recardães, ser considerada a melhor instalação urbana do ano, segundo a Widewalls, está de regresso a Águeda para transformar mais um edifício. Francesco Camillo Giorgino, mais conhecido como Millo, pinta murais em larga escala, usando linhas simples a preto e branco com traços de cor quando necessário e, muitas vezes, incorpora elementos da arquitetura nas suas pinturas de vários andares.
Millo tem pinturas em vários países, como Itália, EUA, Rússia, China, Áustria, Chile, Portugal, Finlândia, Chipre, entre muitos outros.
A parede que vai receber a arte de Millo estará localizada na baixa da cidade.
Refira-se que Águeda tem também disponível uma APP (http://agitaguedaurbanart.com/ ) para guiar os visitantes no percurso pela Arte Urbana.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close