Sociedade

Devoção a Nossa Senhora da Agonia dá força à Ribeira na preparação da Noite dos Tapetes

As gentes da Ribeira de Viana do Castelo estão a preparar mais uma Noite dos Tapetes e não há cansaço que vença a força da devoção e da fé. Com o passar dos anos, a decoração das cinco ruas e uma alameda com cerca de 30 toneladas de sal, na noite anterior ao dia da padroeira, 20 de agosto, feriado municipal, mobiliza centenas de pessoas e atrai milhares de forasteiros à Ribeira.
A popular “Noite dos Tapetes” é de trabalho para aqueles que preparam os tapetes de sal e de flores, mas conta com animação garantida pela presença de milhares de curiosos, entre os sons das concertinas e cantares ao desafio. Com a força assente da fé, as gentes da Ribeira, de todas as idades, enfeitam as ruas com motivos alusivos à Romaria d’Agonia, à pesca, ao mar e à cidade. Miguel Lima, de 28 anos, participa desde os dois anos de idade na preparação dos tapetes da Ribeira, desde que a avó passou a tradição para as filhas e para os netos. Representa uma nova geração que faz questão de ajudar a preservar a Romaria em Honra de Nossa Senhora da Agonia, realçando o “orgulho” que sente em poder ajudar a manter as tradições.
No mês anterior às festas os grupos que enfeitam as diversas ruas organizam-se para tingir o sal, conferindo-lhe a cor pretendida, e para preparar os elementos decorativos, em trabalhos que acontecem sobretudo à noite, com milhares de quilos de sal a serem tingidos por dezenas de mãos. “As pessoas não têm real noção do trabalho que tudo isto dá. Só quando veem ao vivo é que percebem a exigência deste trabalho”, refere o jovem, indicando que não existe competição entre as diferentes ruas, mas sim uma vontade de superação ano após ano. O cansaço é grande, mas no dia 20 de agosto o tradicional arroz de frango ‘pica no chão’ ajuda a renovar as forças e a preparar as gentes da Ribeira para o Dia da Padroeira e a imponente Procissão ao Mar.
“Tudo nos inspira. Ao longo do ano, estamos sempre a pensar naquilo que queremos fazer, juntamos ideias, tiramos fotografias, os tapetes acabam por ser um misto de vários pensamentos”, explica o jovem da Ribeira, assegurando que os 50 anos da Procissão ao Mar é o inevitável tema deste ano. “Gosto que toda a gente diga que está bonito, mas tudo aquilo que faço é para Nossa Senhora”, afirma.
Miguel Lima assegura que, com o passar dos anos, têm sentido um aumento do número de turistas, destacando o turismo português, com gente que vem de Lisboa, do Porto e de diversas localidades do país para marcar presença na grandiosa Noite dos Tapetes.
Já Clara Carrilho está a participar, pelo quinto ano, na confeção dos tapetes da Ribeira e explica que o trabalho base “passa por tingir o sal de todas as cores necessárias para a decoração da rua”. Primeiro, definiram o tema, depois fizeram os desenhos, passando depois pela escolha da cor, antes de avançarem para o trabalho de armazém, que inclui a preparação do sal, trabalhos de serralharia e carpintaria. “A inspiração base é Nossa Senhora da Agonia, que nos dá toda a força para o trabalho anterior e para a Noite dos Tapetes”, reforça.
“Aqui não há rivalidades. As ruas dão dicas umas às outras, até porque o bonito é os visitantes poderem surpreender-se a cada rua que passam”, destaca, especificando que é com grande emoção que as ruas da Ribeira recebem os andores com as imagens as imagens de Nossa Senhora d’Agonia, de Nossa Senhora de Monserrate, de Nossa Senhora dos Mares e de São Pedro.
Na manhã de 20 de agosto, é altura para contemplar os tapetes de sal, que ocupam cerca de 1000 metros das diversas ruas, decoradas a preceito para ver passar Nossa Senhora d’Agonia.
No dia da padroeira, a oração de vésperas reúne os devotos na Igreja de Nossa Senhora d’Agonia. Num momento de devoção e orgulho, as embarcações são abençoadas para depois levarem ao mar e ao rio os andores, perante os aplausos e a emoção de milhares de pessoas espalhadas pelas margens do rio Lima.

Foto: DR

 

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close