GaleriaMúsicaVideos

“Acústico” é o novo álbum de Alberto Índio (Com Vídeo)

Dono de uma voz muito própria e de um talento há muito reconhecido, Alberto Índio tem razão para sorrir, uma vez que o seu terceiro disco, «Acústico», há muito que se destaca nas rádios nacionais e nos top de preferências dos discos mais vendidos em Portugal. «Quero-te dizer», «Eu sou assim» e um especial destaque para as participações de Pedro Abrunhosa e Mik¬kel Solnado em dueto, nos temas «Não sou de mais ninguém» e «Sinceramente», são alguns dos destaques, que ganham neste disco uma nova roupagem.

Das várias canções do disco e desafiado a escolher uma, foi rápido na resposta: «Eu sou assim», canção onde faz dueto com Pedro Abrunhosa. A canção tem um refrão “orelhudo e faz com que as pessoas a cantem facilmente”.

À semelhança de vídeos anteriores, também «Eu sou assim», single de apresentação do novo disco de Índio, se destacou pelo número de visualizações no youtube. “É sempre importante, pois através das visualizações apercebemo-nos se as pessoas estão ou não a gostar do tema”.

Classifica o seu estilo musical numa vertente Pop, considerando que a sua “imagem está sempre muito associada ao trabalho da música” que apresenta e, por isso, “apostei sempre muito na escolha dos realizadores, dos planos, do conceito de vídeo”, para os vídeo clip’s das suas canções, pois alguns deles têm visualizações superiores a 300 mil.

Aos 35 anos, o músico considera-se muito “minucioso” profissionalmente, mas considera que ainda tem um longo caminho para percorrer. “Isto é só o início, estou cheio de ideias para os próximos discos, quero fazer coisas mais arrojadas”, pois considera que, apesar da sua curta carreira, “já consegui muito em pouco espaço de tempo”.

Desde a apresentação do primeiro disco e até aos dias de hoje, apercebe-se que “já não sou um incógnito na música, já existe muita gente que conhece a minha obra, apesar de ainda existir pessoas que não fazem de imediato a ligação da música ao meu nome”, revela.

Alberto Índio garante estar a viver uma fase de grande maturidade profissional. “Isso também se prende com a estabilidade emocional e financeira”, o que permite que “o nosso caminho seja mais assertivo”.
O novo disco juntou em estúdio cerca de 15 músicos, teve orquestrações para o arranjo de cordas de Artur Guimarães, músicos que têm acompanhado o artista em trabalhos anteriores e “é visível neste disco uma evolução em relação a trabalhos anteriores, tanto musical como da minha loucura pessoal”, graceja.

O seu primeiro grande sucesso, «Podes Ser Tu», foi a rampa de lançamento importante, uma vez que o tema foi escolhido para integrar a banda sonora da novela «Mar de Paixão», da TVI. “Foi um verdadeiro privilégio”. O certo é que a música surge na televisão e “as pessoas desconheciam quem é que estava a cantar aquela música” (risos).

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close