Breves

Morreu a antiga apresentadora da RTP Isabel Wolmar

O velório realiza-se amanhã pelas 17h00. O corpo estará na Igreja S. João de Deus na Praça de Londres e o corpo da apresentadora será cremado.

Faleceu aos 86 anos de idade Isabel Wolmar, uma das primeiras locutoras de continuidade da RTP. A notícia está a ser avançada no Facebook por várias figuras públicas.
O apresentador Júlio Isidro recorda que Isabel Wolmar entrou na estação pública na década no início da década de 1960 e apresentou o primeiro talk show da estação pública “A minha vida dava um filme”.
Isabel Wolmar nasceu em Lisboa. Trocou Economia por Línguas, formando-se em Inglês, francês, italiano e espanhol, o que a ajudou na vida profissional e nas imensas viagens que tem feito por todo o mundo.  Estreou-se aos sete anos nas emissões infantis do Rádio Clube Português. Cinco anos depois, transitou para Emissora Nacional, onde além de emissões infantis, participou em teatro radiofónico, folhetins, poesia, apresentação de programas em directo e ‘cabine’. Fez teatro, dirigida por grandes nomes como Manuel Lereno, Gino Saviotti, Carlos Avillez, Varela Silva e Luís Zagallo. Na Rádio Renascença fez o programa Tic Tac e de regresso ao RCP fez locução de vários programas, entre eles A Onda do Optimismo, e escreveu e interpretou folhetins radiofónicos. Na RTP começou por fazer teatro e passou para locutora-apresentadora, pivot de telejornal e repórter. Mais tarde, produziu e realizou vários programas, chegando a directora de produção, tendo recebido dois ‘Óscares’ da imprensa e crítica. Colaborou no Jornal de Notícias e em várias revistas e mais recentemente publicou poesia em Portugal, Brasil e Espanha, dedicando-se também à literatura infantil e à divulgação de actividades culturais em Alcobaça.

Foto: DR

Tags
Show More

Related Articles

One Comment

  1. Boa noite.
    Tenho imensa pena do terminar de uma vida tão cheia e que tanto deu aos portugueses. Era uma figura muito agradável nos nossos ecrãs, e que agora se apaga.
    Apresento as minhas condolências à família e amigos.
    Lamento que não tenha ouvido durante o dia de hoje nenhuma referência ao falecimento desta figura impar.
    Tentei estar atento aos notíciarios quer da TV quer da rádio e nada ouvi. Se algo foi transmitido, peço desculpa pelo desconhecimento. Se nada foi mencionado, lastimo que tenha acontecido o silêncio.
    Obrigado pela atenção
    Carlos Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close