Cultura

Direção Regional de Cultura do Norte: Nacionalidades estrangeiras superam a procura nacional

O número de visitantes nos museus sob gestão da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) registou, até final do 3º trimestre de 2019, uma subida de 8,6% em relação ao período homólogo.

Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães, continua a ser o espaço museológico que mais visitantes atrai, registando, nos primeiros nove meses deste ano, um total de 370.677 entradas, o que se traduz numa subida de 10,8% por comparação com o mesmo período de 2018. Desde 2012, ano em que os vários espaços museológicos passaram para a gestão da DRCN, o Paço dos Duques já recebeu cerca de 2,6 milhões de visitantes.
Este ano, o conjunto museológico composto pelo Museu de Lamego, Museu dos Biscainhos e Museu D. Diogo de Sousa (Braga), Paço dos Duques e Museu de Alberto Sampaio (Guimarães), Museu da Terra de Miranda (Miranda do Douro) e Museu do Abade de Baçal (Bragança), já registou 586.780 entradas até final de setembro.
Em comparação com o período homólogo, destacam-se, igualmente, os acentuados crescimentos do Museu de Lamego (16,7%), do Museu dos Biscainhos (13,05%) e do Museu da Terra de Miranda (12,1%).
No que respeita às nacionalidades dos visitantes, verifica-se uma pequena variação com os estrangeiros (53%) a superarem a procura por parte do público nacional (47%).
O número de visitantes tem registado um aumento sucessivo ao longo dos últimos anos, acompanhando o movimento global que se verifica ao nível da procura turística na Região Norte.
Foto: DR

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close