Cultura

 Teatro Nacional de São João celebra 100 anos em março

Teatro Nacional do Porto revela os espetáculos para março-julho de 2020, bem como as linhas de atuação da instituição para o Centenário

O Teatro Nacional de São João celebra 100 anos em março. Em 2020, mais precisamente no dia 7 de março, o Teatro que o arquiteto Marques da Silva projetou na Praça da Batalha completa 100 anos. Para celebrar e assinalar o Centenário deste Monumento Nacional, o Teatro Nacional São João (TNSJ) está a preparar um programa comemorativo que atravessa todo o ano de 2020 e se encerrará em março de 2021. Um programa que vai ao encontro dos eixos estratégicos partilhados no 99º aniversário da Casa, através da súmula “Dez ideias para (mais) dez anos de TNSJ”, documento que sintetiza as intenções no que toca à produção teatral, internacionalização, descentralização, projeto educativo, programa editorial e valorização patrimonial.
No dia 11 de fevereiro, às 11h30, a programação dos primeiros meses do Centenário do São João (março-julho de 2020) será apresentada. O programa comemorativo arranca já no dia 5 de março com Castro, de António Ferreira, uma produção do TNSJ encenada por Nuno Cardoso que aponta um caminho claro em direção à descentralização anunciada, com a estreia a acontecer no Teatro Aveirense. Segue-se a reapresentação, a 7 de março, de um dos mais emblemáticos espetáculos produzidos pelo TNSJ nos últimos 30 anos: Turismo Infinito, a partir de Fernando Pessoa, com encenação de Ricardo Pais.

Uma história feita de muitas vidas

Inaugurado no dia 13 de maio de 1798, o Real Teatro São João foi o primeiro edifício construído de raiz no Porto exclusivamente destinado à apresentação de espetáculos. Seria destruído por um incêndio na noite de 11 para 12 de abril de 1908. Em 1909 é lançado um concurso público para a sua reconstrução, do qual sairia vencedor o anteprojeto assinado por José Marques da Silva. À época da sua inauguração, a 7 de março de 1920, o Teatro de São João representava um compromisso entre a inovação técnica e a continuidade estilística de um gosto tradicional.
Adquirido pelo Estado em 1992, o São João Cine é inaugurado como Teatro Nacional São João no final desse ano e, entre 1993 e 1995, o edifício é submetido a uma reabilitação estrutural. O Ministério da Cultura criaria aqui o primeiro Teatro Nacional da era democrática do país, peça essencial de uma política de descentralização cultural a Norte. Rapidamente se afirmou como um projeto artístico vibrante e uma estrutura de produção teatral de excelência, conjugando a divulgação dos grandes repertórios dramáticos, nacional e universal, e a atualidade das linguagens de cena.

 

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close