NotíciasSociedade

Tragédia de Shakespeare conta com encenação, cenografia e figurinos de Nuno Carinhas

Transmissão no site e nas redes sociais  

Depois da estreia em 2018, e após o regresso para mais uma temporada de sucesso no ano passado, o Teatro Nacional São João (TNSJ) volta a receber a “música” de Otelo, de William Shakespeare. A encenação “feita de cumplicidades exercitadas diariamente sob o signo da atenção e dos afectos” de Nuno Carinhas, como o próprio a descreve no Manual de Leitura do espetáculo, é agora apresentada na sua versão digital por Pedro Filipe Marques, responsável pela realização do vídeo. Otelo assinala a sua estreia online hoje, às 22h00, ficando disponível até ao final do dia de domingo.
Por entre as sombras de Veneza e Chipre, Otelo, o “estranho forasteiro / de aqui e toda a parte”, caminha pela luz que perfura a escuridão e toma, numa primeira parte, a plateia do São João como lugar de ação. Otelo é uma tragédia de múltiplos níveis, duplicidades e reflexos que, conduzida pela sua música encantatória, se torna cada vez mais claustrofóbica. “Estou perdido, mas amo-te! E quando não te amar regressará o caos” diz Otelo a Desdémona, quando a felicidade entre os dois finalmente começa e quando o espetáculo se aproxima do fim.
“A Tragédia de Otelo, o Mouro de Veneza é, muito possivelmente, uma peça sobre mulheres e sobre a condição feminina. As três mulheres, Desdémona, Emília e Bianca, sofrem, às mãos das três principais personagens masculinas com que emparceiram, um ciclo de maus tratos, físicos e psicológicos” conta Daniel Jonas, responsável pela tradução. Otelo, de William Shakespeare, com encenação de Nuno Carinhas, é uma produção própria do TNSJ que pode ser vista de 10 a 12 de abril no site da Casa (tnsj.pt) e nas suas páginas do Vimeo, Facebook e Instagram.

Foto:João Tuna

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close