Breves

Prémio internacional vai distinguir ensaio sobre obra do escritor espanhol Antonio Pereira

Candidaturas decorrem até março de 2023, ano do centenário do nascimento do poeta

A Fundação Antonio Pereira (FAP) lançou um prémio internacional de ensaio sobre a obra poética, narrativa, jornalística ou biográfica do patrono da instituição, como forma de assinalar o centenário do seu nascimento.
Considerado um dos mais sólidos representantes da literatura espanhola da segunda metade do século XX, Antonio Pereira (1923-2009) nutria um carinho especial por Portugal e pelas suas gentes, a quem dedicou uma pequena obra, em 1969, “El Cancionero de Sagres”.
O “Prémio Internacional de Ensaio Ursula Rodríguez Hesles” pretende também prestar homenagem à esposa do poeta, “tão transcendente não só na vida e obra de Antonio Pereira, como também no facto de impulsionar e promover a fundação até ao seu recente falecimento”, afirma o diretor-gerente da FAP, Joaquin Otero Pereira.
“O actual momento de precariedade que vive o mundo da cultura – num contexto de crise sanitária – levou a fundação a apostar forte no estímulo à criação e investigação literária, mais concretamente, relativo a Antonio Pereira”, sublinha.
Para Joaquin Otero Pereira, “o interesse que a personalidade e a obra de Antonio Pereira têm vindo a suscitar noutros países é o motivo pelo qual a fundação pretende tornar internacional o prémio”.
As candidaturas ao concurso – com um prémio pecuniário de 25 mil euros – encontram-se abertas até 01 de março, sendo conhecida decisão do júri em junho do mesmo ano, precisamente no mês em que António Pereira nasceu.
Natural de Villafranca del Bierzo, na província espanhola de León, Antonio Pereira começou a interessar-se pela literatura ainda jovem.
O seu primeiro livro de poemas, “El regreso”, é publicado em 1964. A partir daí nunca mais parou, “construindo” uma bibliografia abundante, tendo conquistado vários prémios ao longo da carreira literária.
O escritor granjeou ainda vários reconhecimentos oficiais, entre eles, o prémio “Leonés del año” (1985), o título de Doutor Honoris Causa, atribuído pela Universidade de León (2000), e o Prémio Castilla y León de Letras ( 2001).

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close