Sociedade

Médicos do Mundo apela a donativos para ajudar vítimas

Na sequência do desastre em Beirute, na terça-feira, 4 de agosto, que matou mais de 130 pessoas e feriu outras cinco mil, a Médicos do Mundo, através da sua delegação francesa, está a intensificar as actividades psicossociais e a apelar a donativos para ajudar os afectados.  

Presente desde 1990 no Líbano, a Médicos do Mundo, em conjunto com as suas equipas e parceiros no local, está a avaliar as necessidades das pessoas para disponibilizar os cuidados necessários. Recorde-se que as populações já foram duramente atingidas pela crise económica e social, reforçada pela pandemia global.
“Com o ressurgimento da epidemia da Covid-19 no Líbano, o sistema de saúde já está severamente enfraquecido. A explosão destruiu três hospitais da capital, o sistema de saúde libanês está completamente saturado, dificultando a prestação de cuidados às vítimas”, alerta Bernadette Farcy, coordenadora da Médicos do Mundo no Líbano.
“Estamos particularmente preocupados com o impacto psicológico desta tragédia na saúde mental do povo libanês, que se acrescenta a questões económicas e de saúde importantes”, acrescenta.
Para fazer face a esta tragédia, a Médicos do Mundo vai adaptar as suas actividades nos próximos dias, nomeadamente:

  • Disponibilização de apoio psicológico aos afectados. As pessoas que necessitam de mais acompanhamento psicológico serão encaminhadas para os serviços hospitalares adequados.
  • Envio de kits de emergência para 20 mil pessoas.
  • Continuação da vacinação e da prestação de cuidados relacionados com doenças crónicas.
  • Realização de actividades de prevenção da Covid-19: equipamento de protecção individual e sensibilização para cuidados de prevenção.

Para levar a cabo estas acções de emergência, a Médicos do Mundo apela à generosidade de todos, por forma a responder o mais rapidamente possível às necessidades das populações afectadas pelas explosões.
Os donativos podem ser realizados para o NIB PT50 0035.0551.0000.7722.1303.2.

Foto: DR

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close