Cultura

FIMP está de regresso ao TeCA com dois espetáculos e um ateliê

Entre 9 e 17 de outubro, no Porto

O Teatro Carlos Alberto (TeCA) prepara-se para acolher mais uma edição do Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP). KAMP, a 9 e 10 de outubro, e Lições de Voo, a 14 de outubro, são os espetáculos em destaque no TeCA e que vão transportar o público para duas realidades distintas. Se um explora os horrores do Holocausto, o outro passa-se num deserto imaginado, onde a liberdade de voar está ao alcance de todos. Fimpalitos complementa a programação, dando aos participantes a oportunidade de colocar as mãos à obra, com um ateliê que vai ensinar a construir a mascote-mutante do FIMP, no dia 17.

15 anos depois, KAMP mantém-se em reportório

Um jogo entre a pequena e a grande escala, milhares de marionetas minúsculas, a sua ampliação audiovisual e a presença física dos atores. KAMP, dos holandeses Hotel Modern, está em reportório há 15 anos e é através destes elementos que explora o quotidiano do campo de concentração Auschwitz-Birkenau. Contendo na sua narrativa a “poética destrutiva do mal”, KAMP transforma o público em testemunhas de um genocídio planeado. O espetáculo, em língua inglesa e legendado em português, vai estar em cena no dia 9 de outubro, às 21h00, e no dia seguinte, às 19h00. O preço dos bilhetes é de 10 euros.

“Aterrar” no deserto de Abu

Lições de Voo é uma criação do Teatro de Marionetas do Porto, com encenação de Isabel Barros, que irá conduzir o público até um lugar de ficção: o deserto de Abu. Nesse lugar imaginário vive gente que se parece com aviões e aeroplanos que se confundem com pessoas. Para crianças maiores de 3 anos, Lições de Voo destina-se a todos os que sonharam um dia poder voar. O espetáculo pode ser visto no dia 14 de outubro, às 19h00. O preço dos bilhetes é de 10 euros para adultos e de 5 euros para crianças.

Ateliê de construção e manipulação de marionetas

Fimpalitos. Assim se chama o ateliê orientado por Igor Grande e Raúl Constante Pereira que vai ocupar a sala de ensaios do TeCA. Aberta a todos os públicos, a atividade vai ensinar a construir os corpos dos Fimpalitos – a mascote-mutante do festival – a partir de restos de madeira de cenografias doadas por várias estruturas teatrais da cidade do Porto. De participação gratuita, o ateliê realiza-se no dia 17 de outubro, entre as 10h00 e as 13h00.

Foto: Susana Neves

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close