Cultura

Feira: Aos 82 anos, bailarina fundadora do BCN integra espetáculo de dança no Cineteatro

A bailarina e coreógrafa Elisa Worm, de 82 anos, fundadora do Ballet Contemporâneo do Norte (BCN), vai participar no espetáculo de dança “Iniciação”, que estreia no palco do Cineteatro António Lamoso, no dia 2 de outubro, às 22h00, para assinalar os 25 anos da companhia, sediada em Santa Maria da Feira desde 2007. O espetáculo insere-se na programação do FIMUV – Festival Internacional de Música de Paços de Brandão.

No espetáculo “Iniciação”, Elisa Worm vai juntar-se a um grupo de colaboradores assíduos que fazem parte da história da companhia. A bailarina e coreógrafa manteve-se em residência durante todo o processo de criação, protagonizando uma reflexão sobre as origens do BCN e os processos de transmissão de práticas e de valores.
“Iniciação” propõe revisitar a génese do Ballet Contemporâneo do Norte, a sua missão e os profissionais que assistiram à sua construção. O título remete, simultaneamente, para as práticas ritualísticas do início e/ou da passagem, mas também para os processos pedagógicos de transmissão introdutória de conhecimento. Mais do que catalogar, antologicamente, 25 anos de produção, o espetáculo pretende (re)pensar o futuro da companhia através da (re)ativação da memória do seu impulso e das suas paixões iniciais.
Protagonizado pela fundadora da companhia, nascida em 1939, “Iniciação” investe num território nostálgico e sensível, mas também paradoxal, fazendo coabitar objetos documentais e poéticos, discursos reais e ficcionados, e aglutinando passado e futuro numa dramaturgia paralela e perpendicular ao tempo presentificado no palco.
O BCN é uma companhia de dança com 25 anos de trabalho reconhecido no contexto da dança contemporânea portuguesa. A companhia foi fundada por Elisa Worm, em 1995, em Estarreja, onde permaneceu e desenvolveu trabalho artístico durante vários anos. Em 2007, mudou-se para Santa Maria da Feira, onde tem desenvolvido o seu programa artístico, com direção de Susana Otero desde 2011.
Desde então, o BCN tem apostado num projeto geral de descentralização da produção cultural, para além de um trabalho preponderante de criação e formação de públicos, através do Serviço Educativo que é prestado à comunidade jovem do Município.
A companhia tem apresentado espetáculos dirigidos por coreógrafos de renome nacional e internacional, e apresentado o seu trabalho por todo o país, mas também em França, Brasil, México, Espanha, Finlândia, Suécia e Alemanha. O BCN é financiado pela Direcção-Geral das Artes e apoiado pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira.
O espetáculo comemorativo dos 25 anos do BCN integra a programação do último quadrimestre do Cineteatro António Lamoso – disponível emt – que, até dezembro, propõe uma intensa e contínua reflexão em torno da intimidade e das atuais práticas de relacionamento.
As propostas calendarizadas refletem o equilíbrio entre diferentes disciplinas artísticas – música, teatro, dança e circo contemporâneo – e reservam espaço para artistas nacionais e internacionais, valores conceituados e emergentes, estruturas artísticas locais e formação, em estreita ligação com o ICC – Imaginarius Centro de Criação.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close