Sociedade

Hospital Militar do Porto com 40 doentes transferidos de unidades da região

O Hospital das Forças Armadas, no Porto, acolhe atualmente 40 doentes infetados com o novo coronavírus provenientes de hospitais da região, nomeadamente 20 de Amarante, mas também de Penafiel, São João e Santo António, foi hoje divulgado.
Em comunicado, as Forças Armadas referem que o hospital militar do Porto recebeu, entre quarta-feira e hoje, “mais 20 doentes” infetados com covid-19, provenientes da unidade de Amarante, que pertence ao Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS).
“Estes doentes juntam-se a outros 20, que já se encontravam internados no HFAR-PP [Hospital das Forças Armadas – Polo do Porto], provenientes do Hospital de São João, do Hospital de Santo António e do Hospital do Vale do Sousa em Penafiel”, descreve a nota de imprensa do Gabinete do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas.
O hospital de Penafiel, pertence, juntamente com a unidade de Amarante, ao CHTS, que já teve 235 doentes covid-19 internados, o correspondente a 10% dos internamentos a nível nacional.
“Este apoio surge na sequência de um pedido do CHTS, no âmbito do protocolo de colaboração entre o HFAR-PP e a Administração Regional de Saúde do Norte, tendo o transporte sido realizado por ambulâncias da região”, especifica o Hospital Militar.
Quanto aos pacientes deslocados de Amarante, as Forças Armadas referem que os primeiros 10 chegaram ao Porto na quarta-feira à noite.
“Uma equipa médica do HFAR-PP [Hospital das Forças Armadas – Polo do Porto] recebeu os doentes, encaminhando-os para as enfermarias de isolamento, onde lhes está a ser prestado o devido acompanhamento médico”, refere o comunicado.
Já no polo de Lisboa, o Hospital das Forças Armadas tem internados oito doentes infetados com covid-19, provenientes do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures e do Hospital de Setúbal.
A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.740 em Portugal.
A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PFT // ACG

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close